Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: THEULDES OLDENRIQUE DA SILVA SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THEULDES OLDENRIQUE DA SILVA SANTOS
DATA: 18/04/2018
HORA: 14:00
LOCAL: NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS-CCA/UFPI
TÍTULO: Crescimento, acumulo e rendimento de meloeiro em função de frequências de irrigação e coberturas do solo
PALAVRAS-CHAVES: Cucumis melo L, turno de rega, irrigação
PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

O manejo da irrigação contribui para a manutenção da umidade do solo em níveis adequados ao desenvolvimento das culturas, sendo a frequências de irrigação uma importante ferramenta nesse processo. Além disso, para atenuar os efeitos dos fatores climáticos sobre a variação nos teores umidade do solo, algumas alternativas têm sido utilizadas como, o uso de coberturas no solo que reduzem as perdas de água por evaporação na superfície deste melhorando consideravelmente o rendimento das culturas, objetivou-se avaliar os efeitos de frequências de irrigação associadas às coberturas do solo, com filme plástico comercial e palha de carnaúba disponível na região sobre os aspectos de crescimento, produtividade e eficiência de uso da água em cultivo de meloeiro. O experimento foi conduzido no período de agosto a outubro de 2017 no Colégio Técnico de Teresina (CTT), Teresina, Piauí. O local apresenta as seguintes coordenadas geográficas: latitude - 05º2’ S, longitude - 42º47’ O e altitude 74 m. O delineamento experimental adotado foi de blocos casualizados (DBC) em esquema fatorial 5 x 2, com quatro repetições, sendo cinco frequências de irrigação diária (50% Manhã e 50% tarde); F1 (Diária); F2 (a cada dois dias); F3 (a cada três dias) e F4 (a cada quatro dias) e duas coberturas do solo (palha de carnaúba triturada e filme plástico de polietileno). Avaliou-se as seguintes características: acúmulos de  massa seca do pecíolo (MSP),  limbo foliar (MSLF), dos ramos (MSR) e da parte aérea (MSPA), número de folha (NF), índice de área foliar (IAF), área foliar especifica (AFE), razão de área foliar da parte aérea (RAFPA), comprimento do ramo principal (CRP) e número de ramos (NR), número total de frutos por planta (NTFP), número de frutos comercias por planta (NFCP), número de fruto de refugo por planta (NFRP), rendimento total por planta (RTP), rendimento comercial por planta (RCP) e rendimento de refugo por planta (RRP), produtividade total (PT), produtividade comercial (PC), produtividade de refugo (PR) e massa seca de fruto (MSFRUT).  As frequências de irrigação influenciaram todas as características de crescimento e acumulo, com exceção de AFE, RAFPA e MSPA, apenas os componentes de rendimento RTP e RCP foram influenciados pelas frequências de irrigação. A interação ente as frequências de irrigação e coberturas do solo influenciaram a variável de crescimento CRR e acúmulos MSP, MSPA e MSFRUT. As coberturas do solo influenciaram apena a variável MSR. A frequência de irrigação de diária (50% Manhã e 50% tarde) proporcionou melhore resultados. O máximo acumulo de MSP de 28,43 g planta, foi verificado na palha de carnaúba. A frequência de irrigação de diária (50% Manhã e 50% tarde) e palha de carnaúba máximos CRP, IAF e MSFRUT de 142,04 cm, 2,04 m2 m-2 e 101,22 g por planta, respectivamente. O cultivado de meloeiro nas condições edafoclimáticas de Teresina, PI com intervalos de irrigação superior a um dia reduz significativamente a produtividade, em função da elevada demanda evapotranspirativa e solos baixa capacidade de retenção de água.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1969948 - CARLOS JOSE GONCALVES DE SOUZA LIMA
Interno - 429.157.593-91 - EDSON ALVES BASTOS - EMBRAPA
Interno - 1072943 - FRANCISCO EDINALDO PINTO MOUSINHO
Notícia cadastrada em: 11/04/2018 09:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 22/06/2021 08:10