Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ROSALBA MARIA BORGES DE ANDRADE RODRIGUES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ROSALBA MARIA BORGES DE ANDRADE RODRIGUES
DATA: 19/06/2018
HORA: 10:00
LOCAL: NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS-CCA/UFPI
TÍTULO: BIOATIVIDADE DO ÓLEO ESSENCIAL E UM COMPOSTO ISOLADO DE Protium heptaphyllum (Aubi.) NO CONTROLE DE Callosobruchus maculatus (F,. 1775) (COLEÓPTERA BRUNCHINAE)
PALAVRAS-CHAVES: Almécega; resina; limoneno; caruncho do feijão; controle alternativo.
PÁGINAS: 49
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

O feijão-caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp.) é uma leguminosa de grande importância sócio-econômica e nutricional para as regiões Norte e Nordeste do país, onde é cultivada basicamente por pequenos e médios agricultores por ser uma cultura que se destaca pela rusticidade adaptando-se a diferentes condições edafo-climáticas. É cultivada no período chuvoso e armazenada de forma pouco adequada proporcionando condições favoráveis ao ataque de pragas, entre as quais se destaca o Callosobruchus maculatus (Fabr., 1775), uma praga primária que ataca os grãos armazenados provocando perdas qualitativas e quantitativas que depreciam comercialmente o produto causando grandes prejuízos. Atualmente o controle químico ainda é o mais utilizado, mas como atualmente se busca métodos alternativos de controle com uso de bioinseticidas e óleos essenciais o objetivo do presente trabalho é investigar a biodiversidade do óleo essencial da resina de almecega Protium heptaphyllum (Aubi.) e do composto isolado limoneno (4- isopropenil-1 metil-ciclo-hexeno) no controle de Callosobruchus maculatus em feijão-caupi. Foram realizadas a extração do óleo da resina de almécega e análise de cromatografia gasosa e espectrometria de massa para determinação dos compostos majoritários onde o limoneno se apresentou em amior abundância (40,12%) seguido do a-terpineol (17,41%). O composto isolado limoneno foi adquirio comercialmente com 93% de grau de pureza. Os efeitos do óleo essencial e do limoneno sobre o C. maculatus foram avaliados com base nos testes de contato, fumigação e repelência. As CL50 encontradas nos testes de contato foram (14nl) para o óleo de amalcega e (36nl) para o composto limoneno. E as CL95 foram (36nl) para óleo de almécega e (77nl) para o limoneno. A taxa média de emergência foi reduzida em todas as concentrações quando comparada com a taxa média de oviposição, o que mostra que este óleo tem efeito ovicida. A concentração 35nL/20g do óleo reduziu a emergência em 100% quando comparados com o tratamento controle. com relação ao efeito fumignate, foram observadas diferenças significativas para as concentrações utilizadas em ambos produtos, porém o óleo essencial de almecega foi mais que tóxico do que seu componente isolado pa Cl50 (191,28nL/L de ar). Os trestes de repelência constataram efeito repelente do óleo e do limoneno e ambos provocam mortalidade tanto po contato como por fumigação.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DOUGLAS RAFAEL E SILVA BARBOSA - IFMA
Presidente - 1188870 - LUCIA DA SILVA FONTES
Interno - 1167867 - PAULO ROBERTO RAMALHO SILVA
Interno - 043.286.014-23 - SOLANGE MARIA DE FRANCA - UFPI
Notícia cadastrada em: 14/06/2018 17:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 13/06/2021 09:01