Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ADRIANA CONCEIÇÃO DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ADRIANA CONCEIÇÃO DA SILVA
DATA: 16/12/2019
HORA: 08:00
LOCAL: NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS-CCA/UFPI
TÍTULO: Desempenho agronômico de clones de cana-de-açúcar em ambiente de sequeiro
PALAVRAS-CHAVES: Osmoreguladores, Cana-de-açucar, biométricos, bioquímico-fisiológicos.
PÁGINAS: 93
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Avaliar os efeitos deletérios do estresse hídrico sobre parâmetros fisiológicos e bioquímicos, bem como o rendimento final da cana-de-açúcar, é crucial para ser utilizado como indicador no cultivo de plantas em ambiente com restrição hídrica. A seca durante o desenvolvimento vegetativo é geralmente um dos fatores limitantes da produção de cana-de-açúcar, com isso o acúmulo de osmorreguladores em resposta à seca torna-se um mecanismo importante para manter o turgor celular, contribuindo para aliviar a redução do potencial hídrico. Esse estudo objetivou avaliar genótipos de cana-de-açúcar sob condições de cultivo de sequeiro na região Meio-Norte do Piauí, com base em parâmetros biométricos, bioquímico-fisiológicos, tecnológicos e de produtividade. Foram avaliados 16 clones promissores de cana-de-açúcar RBUFSCar – 01(Clone 1), RBUFPR – 01(Clone 2), RBUFSCar – 02(Clone 3), RBUFAL – 01(Clone 4), RBUFPR – 02(Clone 5), RB1754(Clone 6), RBUFRRJ – 01(Clone 7),RBUFSCar – 03(Clone 8), RBUFAL- 02(Clone 10), RBUFAL – 03(Clone 11), RBUFG- 01(Clone 12), RBUFG – 02(Clone 14), RBUFPR- 03(Clone 15), RBUFM – 01(Clone 16), RBUFMT- 02(Clone 17), RBUFRRJ – 02(Clone 18) e duas variedades (RB867515 e RB 92579). O experimento foi conduzido no DBC, com três repetições, totalizando 54 parcelas constituídas pelos genótipos de cana-de-açúcar, a parcela foi composta por quatro fileiras de 10 m de comprimento, com 1,4 m entre fileiras, sendo a área útil formada pelas duas fileiras centrais. Por ser uma planta típica de clima tropical e subtropical e caracterizar-se com um ciclo vegetativo intenso, pois permanece no solo ao longo de todas as estações do ano a cana de açucar torna-se muito influenciada por variáveis climáticas em especial a produtividade sendo este fator que sofre mais prejuízos, com isso a temperatura, precipitação, insolação e umidade são os principais elementos climáticos que interferem no desenvolvimento da cana-de-açúcar. O estresse hídrico afeta adversamente uma variedade de processos fisiológicos e bioquímicos vitais nas plantas, levando a um crescimento reduzido e diminuição do rendimento final da colheita. A partir do cultivo da cana-de-açúcar sob sequeiro foi possível distinguir o comportamento de cada variedade frente as condições impostas, e a maioria dos parâmetros biométricos analisados foram afetados pelo cultivo sob sequeiro. Em relação a produtividade TCH, ATR e EUA os clones 1, 4 e 6 destacaram-se com as maiores médias em ambos os anos de avaliações visto que alguns deles também destacaram-se nos teores de carboidratos, indicando que esses podem ser mais adaptadas ao tipo de cultivo sob sequeiro.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1553560 - FRANCISCO DE ALCANTARA NETO
Interno - 304.796.653-20 - ADERSON SOARES DE ANDRADE JUNIOR - EMBRAPA
Interno - 1944136 - AURENIVIA BONIFACIO DE LIMA
Externo ao Programa - 1342777 - RAFAEL DE SOUZA MIRANDA
Notícia cadastrada em: 09/12/2019 09:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 18/06/2021 08:51