Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ENAYRA SILVA SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ENAYRA SILVA SOUSA
DATA: 30/09/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Modo Remoto. Link a ser definido.
TÍTULO: Identificação e caracterização de Colletotrichum spp. de leguminosas cultivadas e plantas espontâneas e adaptabilidade comparativa de isolados patogênicos
PALAVRAS-CHAVES: Filogenia multilocus, antracnose, plantas daninhas, Vigna unguiculata
PÁGINAS: 82
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Fungos do gênero Colletotrichum são patógenos agressivos a muitas famílias de plantas cultivadas A maioria das espécies é hemibiotrófica e causam doenças que reduzem a produtividade e a qualidade de frutos, cereais e legumes. No Brasil, leguminosas de valor comercial e social elevado como a soja e o feijão-caupi são afetadas principalmente pela espécie Colletotrichum truncatum, há também registro de diferentes espécies causando antracnose em soja em muitas regiões do país. A delimitação de espécies do gênero Colletotrichum é complexa pela sua diversidade molecular e plasticidade fenotípica, desta forma a identificação deve considerar os caracteres morfológicos, moleculares, ecológicos e fisiológicos. Colletotrichum spp. podem infectar plantas espontâneas e daninhas e esta característica pode representar uma estratégia de sobrevivência para patógenos deste gênero. O objetivo deste trabalho foi 1. identificar espécies de Colletotrichum causado doença em leguminosas cultivadas e plantas espontâneas associadas nos Estados do Piauí, Maranhão e Ceará, e 2. avaliar a gama de hospedeiras e adaptabilidade de Colletotrichum spp. a diferentes condições de cultivo. Usando o conceito de espécie morfológica e filogenética, bem como testes de patogenicidade, os isolados foram identificados e caracterizados. Ensaios de patogenicidade foram realizados com treze isolados já caracterizados, foram inoculadas plantas de Crotalaria spp., feijão-caupi, soja, feijão-de-porco e feijão-comum. Foram identificadas seis espécies e uma nova linhagem do Complexo acutatum, as espécies foram dispostas em cinco complexos: acutatum, boninense, gloeosporioides, orchidearum e truncatum. A nova linhagem foi obtida de plantas de Crotalaria spectabilis e Spigelia anthelmia. O Complexo  orchidearum apresentou a maior diversidade de espécies e C. truncatum foi a espécie prevalente nas plantas estudadas. As espécies C. plurivorum e C.musicola são relatadas pela primeira vez em feijão-caupi no país, outros patossistemas são descritos pela primeira vez em anil, feijão-de-porco, mucuna, entre outros. Todas as espécies inoculadas foram patogênicas na espécie botânica de origem e na maioria das leguminosas testadas, a soja e o feijão-comum foram as espécies mais suscetíveis, seguidas de Crotalaria spp. O feijão-de-porco mostrou reações de resistência ou tolerância a maioria das espécies inoculadas. Conhecer as espécies de Colletothichum patogênicas a leguminosas e suas plantas hospedeiras é essencial ao controle da doença no campo, estudos que investiguem a distribuição geográfica de espécies e sua adaptabilidade certamente contribuirão para um plano de manejo eficiente.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 3150316 - ANANDA ROSA BESERRA SANTOS
Externo ao Programa - 011.191.643-70 - GERUSA RODRIGUES DOS SANTOS CAVALCANTE - UFPI
Presidente - 2058623 - JOSE EVANDO AGUIAR BESERRA JUNIOR
Notícia cadastrada em: 15/09/2020 11:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 22/06/2021 06:52