Notícias

Banca de DEFESA: CLAUDYANNE DO NASCIMENTO COSTA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLAUDYANNE DO NASCIMENTO COSTA
DATA: 30/09/2020
HORA: 14:30
LOCAL: Modo Remoto. Link a ser definido.
TÍTULO: Eficiência simbiótica de isolados de rizóbios fixadores de nitrogênio e suas respostas na produtividade do feijão-fava nos estados do Piauí e Ceará.
PALAVRAS-CHAVES: fixação biológica de nitrogênio, inoculação e Phaseolus lunatus,
PÁGINAS: 46
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

O feijão-fava (Phaseolus lunatus) é uma leguminosa de grande importância para os estados do Nordeste brasileiro devido ao potencial econômico e nutricional para os agricultores familiares. Para melhorar estes dois fatores, a utilização de métodos sustentáveis e de baixo custo que incrementem a produção são alternativas bastante requisitadas. Pensando nisso, a simbiose do feijão-fava com bactérias fixadoras de nitrogênio pode ser uma ótima alternativa. Sendo assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência dos isolados de rizóbios em diferentes genótipos e ambientes de cultivo dessa leguminosa. Para isso, foram utilizados 5 isolados de rizóbios (UFPI-18, UFPI-32, UFPI-38, UFPI-50 e UFPI- 59), selecionados e  omparados a uma estirpe referência (CIAT 899) e a dois controles (Com N e Sem N) e inoculados em vasos contendo sementes grandes (acesso UFPI-480) e pequenas (acesso UFPI-1120) de feijão-fava cultivados em solos de Teresina. Desta forma, observou-se que, as sementes grandes proporcionaram maior nodulação, crescimento das plantas e maior eficiência na fixação de nitrogênio quando comparadas as sementes pequenas, sendo o isolado UFPI-59 responsável pelos maiores valores de peso seco da parte aérea, dos nódulos e da raiz, enquanto o isolado UFPI-32 promoveu os maiores números de nódulos. Já em relação ao acúmulo de N, os isolados UFPI-38 e UFPI-59 obtiveram os melhores resultados, sendo que o UFPI-38 apresentou a maior eficiência quando inoculado em ambas as sementes, enquanto o UFPI-59 apresentou eficácia quando inoculado apenas nas sementes pequenas. Deste modo, o estudo mostrou que o tamanho das sementes influenciou o crescimento, a nodulação e a fixação biológica do feijão-fava. Diante disso, foram selecionados os isolados de rizóbios UFPI-32, UFPI-38 e UFPI-59 para avaliação do comportamento em campo sob diferentes condições ambientais nos estados do Piauí e Ceará. Os parâmetros de nodulação, acúmulo de N e produção variaram entre os tratamentos e locais, onde foram observadas maiores biomassa de nódulos nas plantas inoculadas com os isolados UFPI-32 e UFPI-59 (Piauí) e CIAT899 e UFPI-32 (Ceará). Em relação ao tamanho dos nódulos, o isolado UFPI-59 apresentou os maiores resultados nos dois locais, enquanto os maiores acúmulos de nitrogênio foram encontrados nas folhas das plantas inoculadas com os rizóbios UFPI- 59 e CIAT899. Quanto a produtividade, o isolado UFPI-59 proporcionou maior rendimento em grãos em comparação ao CIAT899 e aos controles. Diante disso, pode se concluir que o rizóbio UFPI-59 apresentou grande potencial na promoção da nodulação, acúmulo de N, crescimento de plantas e produção de feijão-fava nos dois ambientes, podendo ser indicado como possível inoculante para essa cultura.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2476126 - ADEMIR SERGIO FERREIRA DE ARAUJO
Externo à Instituição - ANA DOLORES SANTIAGO DE FREITAS - UFPE
Interno - 1342714 - ANGELA CELIS DE ALMEIDA LOPES
Interno - 626.068.833-49 - JADSON EMANUEL LOPES ANTUNES - UFPI
Externo à Instituição - REGIA MARIA REIS GUALTER - IFMA
Notícia cadastrada em: 15/09/2020 15:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 18/06/2021 08:31