Notícias

Banca de DEFESA: JOÃO PEDRO ALVES DE AQUINO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOÃO PEDRO ALVES DE AQUINO
DATA: 28/01/2021
HORA: 14:30
LOCAL: Modo Remoto. Link a ser definido.
TÍTULO: BACTÉRIAS DIAZOTRÓFICAS ENDOFÍTICAS NA PROMOÇÃO DE CRESCIMENTO E PRODUTIVIDADE DE MILHO E SORGO SACARINO
PALAVRAS-CHAVES: Inoculante biológico; Acúmulo de Nitrogênio; Desenvolvimento morfofisiológico.
PÁGINAS: 79
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Bactérias promotoras de crescimento vegetal (BPCV) atuam direta ou indiretamente, estimulando o desempenho das plantas. Encontradas no tecido das plantas, essas bactérias auxiliam o crescimento das plantas através da secreção de hormônios e enzimas, ou contribuindo na aquisição de nutrientes. Esse estudo objetivou selecionar isolados bacterianos, avaliar o desenvolvimento morfofisiológico e a produtividade da variedade de milho AG-1051, cultivada para milho verde, e da variedade de sorgo sacarino Palo alto N52K1009 em resposta ao potencial da inoculação com diferentes isolados de BPCP endofíticas de cana-de-açúcar. Para isso o estudo se divide em três capítulos com experimentos distintos para cada cultura, sendo o primeiro capítulo conduzido em condições totalmente estéreis, o segundo em condição de casa de vegetação com solo não estéril, e o terceiro em condição de campo, com a finalidade de atingir a produção em dois ciclos de cultivo. Em cada capítulo, respectivamente, foram usados quarenta, treze e seis isolados bacterianos, nas duas culturas. No primeiro capítulo a inoculação com BPCV promoveu incrementos significativos na parte aérea, crescimento da raiz e no peso seco de sorgo e milho em relação ao controle negativo. Em comparação com o controle positivo, vinte e um e, sete isolados promoveram efeito semelhante no crescimento da parte aérea de sorgo e milho, respectivamente. Os isolados de BPCV não promoveram acúmulo de N e teor de clorofila semelhante ao das plantas supridas com N. Por outro lado, 29 e 25 isolados apresentaram capacidade de promover acúmulo de N em sorgo e milho quando comparados ao controle negativo. Este estudo mostrou o potencial do uso desses isolados de BPCP como inoculante biológico para aumentar o crescimento e a produção de milho e sorgo. No segundo capítulo a inoculação com BPCP foi avaliada de forma isolada e em associação à adubação nitrogenada com 50% da dose recomendada. Nessa condição as BPCV influenciam positivamente a fixação biológica de N e o metabolismo do N em milho e sorgo, mesmo quando as plantas foram cultivadas com N. Isso indica que o BPCV pode fornecer N ao milho e sorgo, por meio do FBN, e estimular o crescimento das plantas. No terceiro capítulo os experimentos com as culturas foram conduzidos à campo, safras 2018/19 e 2019/20, em regime de sequeiro, da mesma forma que o capítulo anterior se utilizou a inoculação de BPCV de forma isolada e em associação com 50% da adubação nitrogenada. A inoculação com BPCP melhoraram substancialmente o crescimento morfofisiológico e produtividade das plantas de milho verde e sorgo sacarino. Nos dois ciclos de cultivo do milho verde a inoculação com os isolados de Burkholderia sp. E Bacillus subtilis, acrescidos de 50% do N recomendado se igualam em produtividade com as plantas que receberam 100% do N recomendado. Na cultura do sorgo sacarino, a inoculação com os isolados de Paenibacillus sp., sem adubação nitrogenada, propiciaram melhores parâmetros tecnológicos, sendo superiores inclusive aos da adubaçãonitrogenada completa. Este estudo sugere que a inoculação de BPCV pode ser útel para melhorar o desenvolvimento das plantas, a nutrição de N, biomassa e produtividade em milho verde e sorgo sacarino, dando ao produtor maior rentabilidade pelo menor uso de fertilizantes nitrogenados.

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2476126 - ADEMIR SERGIO FERREIRA DE ARAUJO
Externo à Instituição - ANA DOLORES SANTIAGO DE FREITAS - UFRPE
Externo à Instituição - ARTHUR PRUDÊNCIO DE ARAÚJO PEREIRA - UFC
Presidente - 1553560 - FRANCISCO DE ALCANTARA NETO
Interno - 626.068.833-49 - JADSON EMANUEL LOPES ANTUNES - UFPI
Notícia cadastrada em: 07/12/2020 17:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 22/06/2021 08:31