Notícias

Banca de DEFESA: ADÃO CABRAL DAS NEVES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ADÃO CABRAL DAS NEVES
DATA: 26/06/2014
HORA: 14:30
LOCAL: Núcleo de Pós-Graduação em Ciências Agrárias
TÍTULO:

 

 

 

Comportamento morfifisiológico, fisiológico e produtivo de cultivares de feijão-caupi em função da densidade populacional


PALAVRAS-CHAVES:



Vigna unguiculata, cultivares, morfofisiologia, populações, produção.


PÁGINAS: 88
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Fitotecnia
ESPECIALIDADE: Manejo e Tratos Culturais
RESUMO:

Foi realizado um experimento com o objetivo de avaliar os efeitos de diferentes populações de plantas em cultivares de feijão-caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp.), de porte semiereto, sobre características morfológicas, fisiológicas e de produção de grãos. O experimento foi conduzido na área experimental da Embrapa Meio-Norte, no município de Teresina, PI, no ano de 2013. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos completos casualizados, no esquema fatorial 4x5, com quatro repetições. Os tratamentos foram compostos pelas combinações de quatro cultivares (BRS Guariba, BRS Novaera, BRS Potengi e BRS Tumucumaque) com cinco populações de plantas (105, 2x105, 3x105, 4x105 e 5x105 plantas ha-1). Foram avaliados os caracteres morfológicos: comprimento do hipocótilo (CH), número de nós no ramo principal (NNRP), comprimento do ramo principal (CRP) e número de ramos laterais (NRL); fisiológicos: índice de área foliar aos 28 dias após a emergência (IAF28DAE), interceptação luminosa aos 39, 53 e 60 dias após a emergência (IL39DAE, IL53DAE e IL60DAE), teor de clorofila aos 30 e 45 dias após a emergência TC30DAE e TC45DAE), fotossíntese aos 30 e 45 dias após a emergência (FT30DAE e FT45DAE), índice de biomassa foliar aos 28 e 44 dias após a emergência (IBF28DAE e IBF44DAE), matéria seca da parte aérea aos 28 dias após a emergência (MSPA28DAE), taxa de crescimento da cultura (TCC) e taxa de assimilação líquida (TAL); componentes de produção: comprimento de vagens (COMPV), numero de grãos por vagem (NGV), massa de cem grãos (MCG), índice de grãos (IG) e rendimento de grãos (RG). Utilizou-se o delineamento estatístico blocos ao acaso, no esquema arranjo fatorial 4x5, com quatro repetições. Foram realizadas análises de variância e aplicação do teste F, quando este foi significativo, aplicou-se o teste de Tukey a 1% e 5%, para fins de comparação de médias entre as cultivares. Para o fator população de plantas por hectare, fez-se análise de regressão, testando-se os modelos linear e quadrático. A densidade populacional não influenciou as cultivares para os caracteres morfológicos, fisiológicos e de produção avaliados. Aumentos na densidade populacional provocaram reduções no número de nós no ramo principal, no número de ramos laterais, na interceptação luminosa aos 39 dias após a emergência, no índice de biomassa foliar aos 28 e aos 44 dias após a emergência, na taxa de assimilação líquida, na taxa de crescimento da cultura, no comprimento de vagens e no número de grãos por vagem. O comprimento do ramo principal apresentou efeito quadrático, atingindo o máximo na densidade populacional de 3x105. O comprimento do hipocótilo, a interceptação luminosa aos 53 e aos 60 dias após a emergência, o teor de clorofila aos 30 e aos 45 dias após a emergência, e a fotossíntese aos 30 e aos 45 dias após a emergência não foram afetados pelas densidades populacionais avaliadas.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2305613 - ANTONIO AECIO DE CARVALHO BEZERRA
Interno - 423361 - REGINA LUCIA FERREIRA GOMES
Externo ao Programa - 300.580.403-82 - MAURISRAEL DE MOURA ROCHA - EMBRAPA
Externo à Instituição - FRANCISCO RODRIGUES FREIRE FILHO - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 11/06/2014 11:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 22/06/2021 07:52