Notícias

Banca de DEFESA: RODRIGO DE CARVALHO BRITO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RODRIGO DE CARVALHO BRITO
DATA: 26/03/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Núcleo de Pós-Graduação em Ciências Agrárias
TÍTULO:

 

 

USO DE ÓLEOS ESSENCIAIS NO MANEJO DE Callosobruchus maculatus (FABR.) (COLEOPTERA:CHRYSOMELIDAE, BRUCHINAE), EM GRÃOS DE CAUPI.


PALAVRAS-CHAVES:



Palavras-chave:  Betula lenta; Cinnamomum cassia; Citrus aurantium var. Amara; Acorus calamus; Inseticidas botânicos; Caruncho do feijão; Grãos armazenados.


PÁGINAS: 58
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

RESUMO: O caruncho do feijão [Callosobruchus maculatus (FABR.) (COLEOPTERA:CHRYSOMELIDAE, BRUCHINAE)] é a mais importante praga do feijão-caupi armazenado. O seu controle tem sido feito com uso de fosfina e brometo de metila, porém o uso de óleos essenciais tem sido pesquisado e recomendado como meio alternativo ao não uso de agroquímicos no controle de pragas de grãos armazenados.  Assim, o presente trabalho teve por objetivo investigar a eficiência de óleos essenciais de Betula lenta, Cinnamomum cassia, Citrus aurantium var. Amara e Acorus calamus no tratamento de grãos de feijão caupi [Vigna  unguiculata  (L.)  Walp.]  em condições de armazenamento, para o  manejo  de  Callosobruchus  maculatus  (FABR.)  (COLEOPTERA:  CHRYSOMELIDAE, BRUCHINAE). Os compostos majoritários foram Saliciato de metila (99%) para o óleo de B. lenta; Aldeído cinâmico (95%), Álcool cinâmico (2%), Cumarina (1,7%) e Benzaldeído (1%) para óleo de C. cassia; Limonene (99,9%) para o óleo de C. aurantium var. Amara e Beta-asarone (95%) Alfa-asarone (5,0%) para o óleo de A. calamus. As CL50 encontradas no teste de contato foram de 0,61; 0,63; 0,64 e 22,98 μL/20g de feijão para os óleos de A. calamus, B. lenta, C. cassia e C. auratium var. Amara, respectivamente. De acordo com os dados, o número de ovos e insetos emergidos diminuíam a medida que aumentava a dose dos óleos essenciais. As CL50 estimadas no teste de fumigação foram de 5,16; 8,24; 25,84 e 35,31 μL/L de ar para os óleos de A. calamus, B. lenta, C. auratium var. Amara e C. cassia, respectivamente, e as razões de toxicidade variaram de 1,36 a 6,84. Com base nos dados do teste de preferência, todos os óleos se comportaram como antagonista à biologia de C. maculatus, sendo que estes exerceram atividade de deterrência contra a oviposição e emergência de adultos, principalmente nas maiores concentrações.

 



MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DOUGLAS RAFAEL E SILVA BARBOSA - IFPI
Presidente - 1188870 - LUCIA DA SILVA FONTES
Interno - 096.248.133-53 - PAULO HENRIQUE SOARES DA SILVA - EMBRAPA
Interno - 1167867 - PAULO ROBERTO RAMALHO SILVA
Notícia cadastrada em: 09/03/2015 12:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 23/06/2021 17:51