Notícias

Banca de DEFESA: JOSE EDUARDO VASCONCELOS DE CARVALHO JUNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSE EDUARDO VASCONCELOS DE CARVALHO JUNIOR
DATA: 27/03/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Núcleo de Pós-Graduação em Ciências Agrárias
TÍTULO:


Caracterização e Diversidade genética em acessos de manga rosa do Banco Ativo de Germoplasma da Embrapa Meio Norte


PALAVRAS-CHAVES:



Palavra-chave: Mangifera indica L., variabilidade genética, caracterização morfológica, análises multivariadas.

 



PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

 

 

A manga é uma das mais importantes frutas tropicais. A diversificação de variedades é essencial para a consolidação da cultura no mercado, com isso é necessário o conhecimento sobre a diversidade de germoplasma disponível e suas relações genéticas, para o desenvolvimento de novas variedades. A manga Rosa é uma variedade local bastante apreciada, especialmente, devido às suas características como alto teor de sólidos solúveis totais, cor atrativa, um sabor e cheiro bem característicos do fruto, entre outras. O objetivo deste trabalho foi caracterizar e estudar a diversidade genética de 26 acessos de manga rosa do Banco Ativo de Germoplasma de Embrapa Meio-Norte. A caracterização foi realizada com base em 30 descritores do fruto, sendo estimadas as percentagens de acessos classificados para todos os descritores utilizados. Para o estudo da diversidade genética foram avaliados 14 caracteres físico-químicos do fruto, os dados foram submetidos à análise de agrupamentos pelo método UPGMA e análise de componentes principais. Em geral, houve pouca variabilidade entre os acessos de manga Rosa. Dentre os 30 descritores, 12 não apresentaram diferenças entre os acessos. Para frutos prontos para consumo, 92,31% dos acessos apresentaram cor da epiderme amarelo e vermelho. Quanto à suculência, foi considerada média para 96,15% dos acessos. Quatro acessos apresentaram polpa classificada como pouco fibrosa, sendo uma característica importante para o melhoramento. O teor de sólidos solúveis verificado foi alto, acima de 14 ºBrix para todos os acessos, sendo que dois acessos apresentam valores de sólidos solúveis maiores do que 20 ºBrix, podendo ser selecionados para programas de melhoramento. A análise de agrupamento possibilitou a formação de três grupos de acessos, sendo que o grupo 3 apresentou as maiores médias para a maioria dos descritores utilizados. A massa do fruto e a massa da polpa podem ser selecionadas indiretamente por meio do comprimento e diâmetro menor do fruto, que apresentam mensuração mais fácil. Os caracteres: massa de fruto, comprimento, diâmetro maior, diâmetro menor, massa da casca, massa da semente e massa da polpa são os que mais contribuem para a divergência entre os acessos de manga Rosa. Os acessos Rosa 25 e Rosa 40 podem ser considerados candidatos a seleção por apresentarem atributos importantes para o melhoramento da manga Rosa.

 

 

 

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423361 - REGINA LUCIA FERREIRA GOMES
Externo à Instituição - FRANCIISCO PINHEIRO LIMA NETO - EMBRAPA
Externo à Instituição - LÚCIO FLAVO LOPES VASCONCELOS - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 26/03/2015 14:15
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 23/06/2021 18:47