Notícias

Banca de DEFESA: KATIA MAGALY PIRES RICARTE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KATIA MAGALY PIRES RICARTE
DATA: 06/11/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de reuniões, Mestrado do CCS, Campus Senador Helvídio Nunes de Barros, Picos – PI.
TÍTULO:

ESTRATÉGIA EDUCATIVA SOBRE SÍNDROME METABÓLICA PARA ADOLESCENTES DO SEMIÁRIDO PIAUIENSE: UM ESTUDO DESCRITIVO.


PALAVRAS-CHAVES:

Educação em Saúde. Adolescente. Síndrome Metabólica.


PÁGINAS: 107
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

Resumo da defesa: INRODUÇÃO: Em tempos contemporâneos a saúde pública com foco na prevenção está sobrepondo o modelo biomédico tradicional, principalmente, quando se tenta compreender as patologias geradas por consequência do estilo de vida adotado no século XXI, elevando a necessidade do meio em exercer influências diretas nas condutas adotadas para a compreensão do processo saúde/doença. Neste sentido, vale salientar a importância de elaborar estratégias educativas que desenvolvam a autonomia da comunidade perante a condição da saúde individual e coletiva, tal processo, denomina-se como Educação em Saúde. OBJETIVO: Elaborar e validar uma cartilha sobre a prevenção da SM em adolescentes. MÉTODO: Estudo descritivo, prospectivo, do tipo pesquisa de desenvolvimento metodológico. A pesquisa foi destinada à construção e validação de uma tecnologia educativa, cartilha. Participaram da pesquisa alguns alunos de escolas particulares que estão localizadas na área urbana, integrantes de um projeto maior, intitulado como “Prevalência de Síndrome Metabólica e fatores de risco para doenças cardiovasculares em crianças e adolescentes de Picos-PI”, fomentado pelo Edital FAPEPI/SESAPI/MS/CNPq/No 03/2013 e aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal do Piauí no do parecer consubstanciado do CEP 352. 372, que possuem séries/anos que se destinam à faixa etária em estudo (10 a 14 anos de idade) e que espontaneamente aceitarem participar do estudo concedendo autorização institucional. A participação foi focada na avaliação do conteúdo, da linguagem e aparência contida na cartilha junto aos demais juízes, contando 12 Juízes de conteúdo, 03 Juízes de Design, Propaganda e Marketing e 09 consultores formados pelo público-alvo, perfazendo um total de 24 avaliadores. Este estudo adotou a técnica Delphi para construir e validar o material educativo utilizou questionários avaliativos no formato Likert e o Índice de Validação do Conteúdo – IVC para analisar a validação. RESULTADOS: O primeiro ciclo Delphi objetivou a seleção do conteúdo para construir a cartilha sob a ótica dos Juízes, neste momento houve validação do conteúdo (92%), mas, não da linguagem (33%) e nem das ilustrações (08%), porém, com este achado foi possível selecionar com êxito os itens almejados. No segundo ciclo Delphi foi construído a primeira versão da cartilha com o auxílio de um profissional de Design Gráfico, neste momento, atingiu o consenso desejado entre os Juízes técnicos de conteúdo e dos consultores formados pelo público – alvo, obtendo assim, a validação do conteúdo, da linguagem e das ilustrações (100%). No terceiro ciclo Delphi atingiu o consenso (100%) dos Juízes de Design, Propaganda e Marketing, simultaneamente, foi alcançado à versão final da cartilha. CONCLUSÂO: A cartilha intitulada “Coração valente é coração de adolescente” foi validada e está apta para reprodução por interessados, com o intuito de promover a educação para saúde de adolescentes escolares com idade de 10 a 14 anos, e ao fazer uso desta cartilha à fonte deverá ser consultada e citada.

C.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1552848 - ANA ROBERTA VILAROUCA DA SILVA
Presidente - 2730060 - LUISA HELENA DE OLIVEIRA LIMA
Notícia cadastrada em: 03/11/2015 14:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 23/06/2024 17:47