Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: PATRICIA CARVALHO MOREIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PATRICIA CARVALHO MOREIRA
DATA: 05/09/2012
HORA: 09:00
LOCAL: UFPI
TÍTULO:

A VIDA CONTINUA...: uma antropologia sobre morte e luto em cartas psicografadas em centros espíritas de Teresina


PALAVRAS-CHAVES:

Antropologia; Morte; Kardecismo.


PÁGINAS: 138
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Antropologia
RESUMO:

A morte tem sido parte integral da existência humana, em épocas antigas, o homem parece ter refletido sobre sua finitude. A consciência de que tudo que é vivo irá morrer é vista por diversos pesquisadores como uma caracteristica universal da humanidade e por esta razão, é um assunto que traz profunda preocupação para alguns seres humanos. A morte terá seu significado de acordo com a cultura e religião em que o ser está imerso. Para uns a morte é o fim de tudo, mas para outros a morte é o limiar de uma vida melhor. E na religião o humano busca respostas para seus questionamentos mais existenciais e para os mistérios ligados a finitude humana. Apresento o esboço de minha dissertação vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia e Arqueologia· PPGAArq da Universidade Federal do Piam - UFPI, "A VIDA CONTINUA. •• : uma antropologia sobre morte e luto em cartas psicografadas em centros Espíritas de Teresina" que tem como problema de pesquisa: Qual a importância de uma carta· psicografada para o processo de luto segundo enlutados que buscam este serviço e para o médium que psicografa as mensagens? O objetivo geral é compreender o significado de uma carta psicografada para o processo de luto segundo os médiuns psicógrafos e enlutados que receberam cartas psicografadas nas sessões de psicografias em três Centros Espíritas de Teresina. Objetivos específicos: apresentar as práticas do Espiritismo kardecista em três espaços espíritas; conhecer o significado de morte e do luto para os lllédiuns psicógrafos e enlutados, antes e depois de receber a mensagem psicografada e analisar a influência da experiência da sessão pública de cartas psicografadas para o processo de luto segundo os médiuns psicógrafos e os sujeitos informantes que receberam cartas psicografadasA morte tem sido parte integral da existência humana, em épocas antigas, o homem parece ter refletido sobre sua finitude. A consciência de que tudo que é vivo irá morrer é vista por diversos pesquisadores como uma caracteristica universal da humanidade e por esta razão, é um assunto que traz profunda preocupação para alguns seres humanos. A morte terá seu significado de acordo com a cultura e religião em que o ser está imerso. Para uns a morte é o fim de tudo, mas para outros a morte é o limiar de uma vida melhor. E na religião o humano busca respostas para seus questionamentos mais existenciais e para os mistérios ligados a finitude humana. Apresento o esboço de minha dissertação vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia e Arqueologia· PPGAArq da Universidade Federal do Piam - UFPI, "A VIDA CONTINUA. •• : uma antropologia sobre morte e luto em cartas psicografadas em centros Espíritas de Teresina" que tem como problema de pesquisa: Qual a importância de uma carta· psicografada para o processo de luto segundo enlutados que buscam este serviço e para o médium que psicografa as mensagens? O objetivo geral é compreender o significado de uma carta psicografada para o processo de luto segundo os médiuns psicógrafos e enlutados que receberam cartas psicografadas nas sessões de psicografias em três Centros Espíritas de Teresina. Objetivos específicos: apresentar as práticas do Espiritismo kardecista em três espaços espíritas; conhecer o significado de morte e do luto para os lllédiuns psicógrafos e enlutados, antes e depois de receber a mensagem psicografada e analisar a influência da experiência da sessão pública de cartas psicografadas para o processo de luto segundo os médiuns psicógrafos e os sujeitos informantes que receberam cartas psicografadas


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1349908 - FABIANO DE SOUZA GONTIJO
Presidente - 1520279 - FRANCISCA VERONICA CAVALCANTE
Externo à Instituição - MAURO GUILHERME PINHEIRO KOURY - UFPB
Notícia cadastrada em: 21/08/2012 10:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 06/12/2022 22:00