Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CLAUDIMIR GULARTE VIEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLAUDIMIR GULARTE VIEIRA
DATA: 30/11/2022
HORA: 15:00
LOCAL: AMBIENTE VIRTUAL
TÍTULO: Narrativa dos povos do campo e das florestas: estudo sobre territorialidade piauiense a partir das memorias coletivas.
PALAVRAS-CHAVES: memória coletiva; territorialidades; sujeitos socias orgânicos; comunidades de resistência; hegemonia.
PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

Esta pesquisa tem por finalidade promover uma releitura da questão agrária e fundiária a partir da narrativa dos sujeitos sociais orgânicos do campo e das florestas piauienses. Trata-se de um estudo sobre a territorialidade piauiense diante das memórias coletivas, tendo como objetivo geral analisar a formação cultural das comunidades de resistência, considerando a memória coletiva dos sujeitos participantes, abordando a atualidade e obsolescência do ordenamento jurídico fundiário piauiense, resultante do enfrentamento à questão agrária como um problema candente na contemporaneidade, servindo historicamente como sustentáculo das oligarquias agrárias regionais. Quanto aos objetivos específicos, intenta-se: identificar na legislação fundiária ontológica e atual a evolução das tratativas institucionais, direcionadas à resolução do referido dilema; mapear na luta dos povos do campo e das florestas as estratégias de cada um dos segmentos sociais, sejam povos originários, comunidades tradicionais quilombolas, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra ou ligas camponesas, na formação da memória coletiva; elucidar as convergências e contradições no projeto societário conduzido historicamente pelos sujeitos sociais em suas organizações. Quanto à questão metodológica, a pesquisa ancora-se na dimensão qualitativa e documental, fundamentando-se pelas entrevistas e do ponto de vista teórico-filosófico, sustentando-se pelo materialismo histórico-dialético. Almeja-se construir um instrumental sociopolítico que desafie os sujeitos desta pesquisa para a construção autonomizada do conhecimento desde os seus territórios temáticos. Busca-se estimular o fortalecimento da disputa de hegemonia na sociedade, permitindo acumular forças para a construção unitária de um novo projeto societário, sustentado pela construção identitária de novos valores, lastreado pela sustentabilidade desta e das futuras gerações.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - EMILENE LEITE DE SOUSA - UFMA
Presidente - 1217067 - ERIOSVALDO LIMA BARBOSA
Interno - 1756788 - SAMUEL PIRES MELO
Notícia cadastrada em: 21/11/2022 11:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 22/07/2024 14:25