Notícias

Banca de DEFESA: JORDAN BRUNO OLIVEIRA FERREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JORDAN BRUNO OLIVEIRA FERREIRA
DATA: 10/04/2014
HORA: 09:00
LOCAL: SALA DE VÍDEO II
TÍTULO:

LITERATURA, HISTÓRIA E MEMÓRIA NAS CRÔNICAS DE A. TITO FILHO


PALAVRAS-CHAVES:

A. Tito Filho. Crônicas. História. Literatura. Memó



PÁGINAS: 184
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

A dissertação aborda a produção escrita de José de Arimathéa Tito Filho, sobretudo suas crônicas publicadas no jornal O Dia entre 1987 e 1992. Analisa suas crônicas e seu perfil enquanto cronista, descrevendo de que forma se deu sua atuação enquanto tal, já que esse gênero lhe permitiu tratar de uma série de temas e ao mesmo tempo fazer uma escrita de si. Primeiro, veremos como o cronista elaborou uma série de crônicas biográficas de literatos e intelectuais piauienses que julgava dignos de lembrança. Aborda algumas temáticas da história do Piauí e do Brasil, bem como da literatura piauiense, presentes em suas crônicas e a ênfase que o cronista deu às fontes literárias para o estudo da realidade, assim, o romance Um manicaca e a seu autor, Abdias da Costa Neves. Finalmente, analisa a forma como o cronista lidava com o cotidiano da cidade de Teresina, que possuía um lugar central em seus textos e julgava passar por um momento de declínio, por meio de contraposições com uma Teresina antiga ainda presente em suas memórias. Para concretizar estes objetivos, o trabalho adota como referenciais teóricos as relações entre história e literatura, marcantes na historiografia contemporânea por proporcionarem uma ampliação do repertóriodas fontes históricas fazendo com que os textos literários interessem aos historiadores na medida em que possibilitam o acesso e a compreensão de contextos culturais e sociais do passado e do presente. A crônica é tomada como gênero de fronteira, entre a literatura e a história, por proporcionar discussões sobre se o autor ao escrever a crônica faz uma história de seu tempo e de si mesmo. Enfim, a pesquisa demonstra que as crônicas e outros textos publicados na forma de livro por A. Tito Filho ao longo da carreira nos dão o testemunho da multiplicidade de temas que marcam o passado do Piauí, além de ter lhe proporcionado uma escrita de si.



MEMBROS DA BANCA:
Interno - 423663 - FRANCISCO ALCIDES DO NASCIMENTO
Presidente - 2167352 - TERESINHA DE JESUS MESQUITA QUEIROZ
Notícia cadastrada em: 08/04/2014 17:22
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 10/08/2020 19:33