Notícias

Banca de DEFESA: KARLENE SAYANNE FERREIRA ARAUJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KARLENE SAYANNE FERREIRA ARAUJO
DATA: 13/03/2015
HORA: 15:00
LOCAL: Sala de aula do PPGHB
TÍTULO:

 

TERESINA (IN) DESEJADA E PULSANTE: Pobreza, Modernização e Memórias da capital na década De 1970

 

 

 


PALAVRAS-CHAVES:

Teresina. Pobreza. Modernização. Cidade. História Oral.


PÁGINAS: 123
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

Teresina, a cidade planejada para ser a capital do Piauí, carregou ao longo dos anos o signo da pobreza e do moderno. Este trabalho debruça-se sobre a década de 1970, momento em que a cidade viveu um turbilhão de mudanças estruturais e de embelezamento. Esse período também foi marcado pelo discurso político que objetivava apagar o passado pobre do estado, começando pela capital. As obras que trariam o progresso passaram a fazer parte do cotidiano da urbe e conviveram com a pobreza alastrada pelos bairros e em muitas áreas centrais. Nesse sentido, estudamos o uso e apropriação do espaço urbano de Teresina pelo chamado processo de modernização. Investigamos como a pobreza passou a ser objeto de discursos e práticas que desejavam excluí-la da área mais visível da cidade, ficando assim, distante dos olhares disciplinadores das elites econômica, política, social, intelectual e dos visitantes. Foi nesse contexto que optamos por nos debruçar e entender como o Mercado Velho Central foi usado como vetor, pelo poder público, para modernizar o perímetro urbano central, assim como moldar e civilizar os pobres que ali trabalhavam. Os processos de modernização são a princípio caracterizados pelas mudanças urbanísticas da cidade e depois aparecem como uma justificativa para jogar a pobreza cada vez mais longe do centro. Os anos de 1970 foram marcados pela estrutura de concreto, palco de luta pelos espaços centrais da cidade. Mudanças sem fumaça e com muito cimento. Para a construção do presente trabalho recorremos ao diálogo entre fontes hemerográficas, oficiais e orais. Os jornais, de circulação diária, Mensagens do Estado e Municipais e entrevistas realizadas por meio da metodologia da História Oral.

 

 










MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2335100 - CLAUDIA CRISTINA DA SILVA FONTINELES
Presidente - 423663 - FRANCISCO ALCIDES DO NASCIMENTO
Externo à Instituição - HUMBERTO DA SILVA MIRANDA - UFRPE
Notícia cadastrada em: 02/03/2015 15:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.instancia1 02/06/2020 06:08