Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ROGERIO PAES RIBEIRO DE SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ROGERIO PAES RIBEIRO DE SOUSA
DATA: 15/05/2015
HORA: 14:00
LOCAL: UFPI, Campus Bom Jesus
TÍTULO:

ESTUDO DE CARACTERÍSTICAS REPRODUTIVAS DE BOVINOS NELORE NO NORDESTE DO BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

bovinos de corte, eficiência reprodutiva, seleção


PÁGINAS: 61
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
RESUMO:

Dentro do sistema de produção pecuária, as características reprodutivas são de extrema importância, pois influenciam de forma direta a quantidade de animais que serão destinados ao mercado, a produtividade e o intervalo de gerações da população. A eficiência reprodutiva dos rebanhos de corte é um dos fatores determinantes da eficiência total de produção e deve, portanto, ser considerada como objetivo de seleção. Dessa forma, objetivou-se estimar os componentes de variância, os parâmetros genéticos e avaliar os efeitos de fatores genéticos que influenciam as características reprodutivas como idade ao primeiro parto, primeiro intervalo de partos e intervalo de partos subsequentes em fêmeas bovinas da raça Nelore no Nordeste do Brasil, bem como avaliar as diferenças existentes entre os Estadosestudados. Foram analisados XXXX dados cedidos pela Associação Brasileira de Criadores de Zebu – ABCZ, e coletados durante os anos de 1960 a 2012, os quais provêm de rebanhos distribuídos nos Estados da Bahia, Maranhão e Piauí. O modelo estatístico utilizado incluiu os efeitos fixos de fazenda, criador, ano e estação de nascimento da vaca, estação de nascimento do bezerro, ordem de parto e sexo do bezerro. As médias observadas para idade ao primeiro parto foram de 1.614,24±493,47, 1.357,75±353,93 e 1.543,48±398,54 dias para Bahia, Maranhão e Piauí respectivamente. Para a característica primeiro intervalo de partos encontrou-se médias de 495,58±135,13, 520,84±148,69 e 544,19±162,00 dias respectivamente para Bahia, Maranhão e Piauí. Os intervalos de partos subsequentes apresentaram média de 569,52±162,64, 550,55±156,74, 484,75±134,25 dias respectivamente para Piauí, Maranhão e Bahia. Na análise de variância, observou-se efeito significativo (P<0,01) da estação e do ano de nascimento da vaca para idade ao primeiro parto nos três Estados analisados, em relação ao primeiro intervalo de partos o ano de nascimento e o ano de parto influenciaram significativamente (P<0,01) característica. O intervalo de partos subsequentes apresentou efeito significativo (P<0,01) da estação de nascimento do bezerro, do ano de parto e da ordem de parto.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1906490 - LUANNA CHACARA PIRES
Interno - 1641780 - SINEVALDO GONCALVES DE MOURA
Externo à Instituição - MARCIO DA SILVA COSTA - UFPI
Notícia cadastrada em: 06/05/2015 10:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 20:42