Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: BARBARA SILVEIRA LEANDRO DE LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BARBARA SILVEIRA LEANDRO DE LIMA
DATA: 20/02/2017
HORA: 14:30
LOCAL: UFPI / CPCE
TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO DE PALMAS FORRAGEIRA SOB DOSES FOSFATADA EM CONDIÇÃO DE SEQUEIRO
PALAVRAS-CHAVES: adubação, fósforo, Nopalea, Opuntia, produção
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
RESUMO:

Objetivou-se avaliar o crescimento e produção de variedades de palmas forrageira sob influência de doses de fósforo em condições de sequeiro no semiárido piauiense. O experimento foi desenvolvido na Fazenda Escola Alvorada do Gurgueia pertencente ao Campus Professora Cinobelina Elvas da Universidade Federal do Piauí (UFPI), no município de Alvorada do Gurgueia, Piauí. Foi utilizado um delineamento experimental em blocos ao acaso com parcelas subdivididas no espaço, sendo que as parcelas compreendem três variedades de palma forrageira (palma doce miúda e doce baiana (Nopalea cochenillifera) e a palma orelha de elefante mexicana - OEM (Opuntia tuna) e as subparcelas representam quatro doses de adubo fosfatado (0 kg P ha-1; 30 kg P ha-1; 60 kg P ha-1; e 90 kg P ha-1). Evidenciou-se efeito significativo (P<0,05) para todas as variáveis com relação às variedades de palmas, enquanto a dose houve significância linear crescente (P<0,05) para as variáveis MVFP[CS11]  (Kg planta-1), MVFT[CS12]  (ton ha-1), número de cladódios, não houve efeito na interação dos fatores para todas as variáveis estudadas. A produtividade da palma foi influenciada (P<0,05) pelas dosagens da adubação fosfatada, obtendo-se de 74,93 toneladas de matéria verde por hectare e 46,61 quilos de matéria verde por planta hectare com aplicação de 90 kg P ha-1. A produtividade da palma forrageira aumenta com a utilização do superfosfato simples, devendo-se ressaltar, desta forma, que a palma forrageira responde à adubação fosfatada. A palma forrageira corresponde positivamente a adubação fosfatada, para as variáveis de MVFP (Kg planta-1), MVFT (ton ha-1), e número de cladódios, onde os maiores valores foram encontrados com a adubação de 90 kg P ha-1. Sendo as mais indicadas para a região a OEM e Miúda, que respondem satisfatoriamente ao clima.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 054.939.554-74 - CLAUDETE MARIA DA SILVA - UFPI
Presidente - 2011596 - RICARDO LOIOLA EDVAN
Externo ao Programa - 964.478.184-87 - SAMMY SIDNEY ROCHA MATIAS - UNESP
Notícia cadastrada em: 14/02/2017 10:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 28/09/2022 14:08