Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GLAUCIA BRANDÃO FAGUNDES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GLAUCIA BRANDÃO FAGUNDES
DATA: 31/07/2017
HORA: 15:00
LOCAL: CCA/Auditório do Lasan
TÍTULO: Assistência clínica neonatal de cordeiros nascidos de ovelhas deslanadas
PALAVRAS-CHAVES: momento pós-parto, apgar, perinatal, accuntred
PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
ESPECIALIDADE: Criação de Animais
RESUMO:

Objetivou-se com este trabalho avaliar os parâmetros metabólicos, vitais e do índice APGAR no prognóstico de desordem orgânica perinatal de cordeiros mestiços. O experimento foi conduzido na Fazenda Santa Tereza, Matões- MA. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizados (DIC) com 29 animais mestiços, sendo os tratamentos a avaliação dos cordeiros deslanados em 4 momentos após o parto (15 min, 1, 24 e 48h), sexo, 2 tipos de parto (assistido e normal) e 2 tipos de nascimento (simples e gemelar). Os cordeiros provenientes de 19 matrizes, as quais foram submetidas ao protocolo de sincronização do estro e indução da ovulação. Realizou-se a monta natural com três machos da raça Dorper. Ao nascimento dos cordeiros avaliou-se: glicose e lactato (Espectrofotometria), frequência cardíaca e respiratória, temperatura retal, peso, e escore APGAR (movimentação da cabeça com água fria, resposta ao reflexo óculo-palpebral e interdigital, tipo de respiração e coloração das mucosas). Para considerar as variáveis com distribuição normal ou não-normal aplicou-se o teste de Shapiro-Wilk modificado através da análise de resíduo. As variáveis que apresentaram normalidade foram comparadas pelo teste de Tukey e para as que não apresentaram distribuição normal aplicou o teste de Kruskal-Wallis ao nível de 5% de probabilidade, respectivamente. As maiores frequências cardíacas de 138,45; 120,89; 119,0 batimentos por minuto observados aos 15 min após o nascimento, em fêmeas e nas de parto simples, respectivamente. Já a frequência respiratória não foi influenciada pelos tratamentos. Para o peso dos cordeiros observou-se interação significativa entre os fatores tipo de parto e nascimento; tipo de parto e sexo; e nascimento e sexo, em que as maiores médias 3,49; 4,12; 3,13 kg foram observados nos tratamentos parto simples assistido; macho de parto simples; fêmeas de parto assistido, respectivamente. As maiores temperaturas retais de 39,12 e 39,31ºC foram verificadas nas fêmeas e no parto simples. Já as respostas ao reflexo da movimentação da cabeça em água fria, tipo de respiração e coloração das mucosas não houve efeito significativo de acordo com teste de Kruskal-Wallis. Constatou-se que os cordeiros nascidos machos no tipo de parto simples apresentaram maiores valores para a resposta ao reflexo óculo-palpebral e interdigital com pontuação 2,00.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1275816 - TANIA VASCONCELOS CAVALCANTE
Externo ao Programa - 3334206 - ISOLDA MARCIA ROCHA DO NASCIMENTO
Externo ao Programa - 3342099 - MONICA ARRIVABENE
Externo ao Programa - 1657439 - TACIANA GALBA DA SILVA TENORIO
Notícia cadastrada em: 09/07/2017 10:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 28/09/2022 13:04