Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIANE VIEIRA DE SA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIANE VIEIRA DE SA
DATA: 25/06/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Google meet
TÍTULO: Uso de hidrogel de fibra natural de Orbignya phalerata como fonte de liberação lenta de água e nutrientes no cultivo de palma
PALAVRAS-CHAVES: Cactáceas. Fertilização. Irrigação. Poliacrilamida. Polímeros.
PÁGINAS: 20
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Pastagem e Forragicultura
ESPECIALIDADE: Avaliação, Produção e Conservação de Forragens
RESUMO:

O objetivo desse estudo foi avaliar a utilização de hidrogel teste (HT) a base de fibra natural de Orbignya phalerata como fonte hídrica e de fertilizante de liberação lenta no crescimento e composição química de quatro genótipos de palma [Baiana, Doce (Nopalea cochenillifera), Gigante (Opuntia fícus-indica) e Orelha de Elefante Mexicana (Opuntia stricta)] em comparação ao uso do hidrogel comercial (HC) a base de polímeros compostos por poliacrilamida, e um tratamento sem o uso de hidrogel, ambos sob estresse hídrico. Foi utilizado um delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial (4 x 3) sendo quatro genótipos de palma forrageira e três forma de hidratação da planta, com cinco repetições. Para testar o potencial do hidrogel nos genótipos de palma foram avaliados as característica de crescimento e composição química das plantas. O número e área de cladódio foi maior (p < 0,01) para as plantas com HC e HT no genótipo Doce com 5,5±0,3 e 6,1±0,3 cladódios por planta e 2060±185 e 2479±185 cm2 planta-1 de área de cladódio, respectivamente. Para biomassa seca de cladódio e de raiz a palma Gigante apresentou maior (p < 0,01) quantidade nos tratamentos com HC e HT com 547±15 e 546±15 g planta-1 de biomassa e 11,3±0,9 e 9,6±0,9 g planta-1 de raiz, respectivamente. O cultivo da palma Baiana, Doce e Gigante obtiveram maiores (p < 0,01) valores de matéria seca com uso do HT, apresentando 65, 69 e 63 g kg-1, respectivamente. O maior (p < 0,01) teor de fibra em detergente neutro foi observado sem o uso do hidrogel no genótipo Baiana e Doce, obtendo 296 e 324 g kg-1 MS, o mesmo foi observado para fibra em detergente ácido na palma Gigante com 122 g kg-1 MS. O hidrogel de fibra natural de Orbignya phalerata apresenta melhor potencial de crescimento e composição química na palma que o hidrogel a base de polímeros compostos por poliacrilamida. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2011596 - RICARDO LOIOLA EDVAN
Interno - 1712960 - MARCOS JACOME DE ARAUJO
Externo ao Programa - 2732816 - DANIEL BIAGIOTTI
Notícia cadastrada em: 09/06/2020 16:16
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 28/09/2022 12:19