Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ARTURENE MARQUES ROCHA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ARTURENE MARQUES ROCHA
DATA: 31/10/2013
HORA: 08:30
LOCAL: PPGZ/CPCE
TÍTULO:

RELAÇÃO MATERNO-FILIAL DE OVINOS DESLANADOS


PALAVRAS-CHAVES:

ovinos nativos

imunoglobulinas

suplementação concentrada

desempenho de crias


PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Nutrição e Alimentação Animal
ESPECIALIDADE: Avaliação de Alimentos para Animais
RESUMO:

 Objetivo geral

Avaliar o efeito da suplementação concentrada desde o terço final da gestação sobre o desempenho de ovelhas deslanadas durante a lactação, bem como em suas crias mantidas em comedouro seletivo “creep feeding”.

 Objetivos específicos

Determinar o efeito da suplementação concentrada sobre o peso ao nascer dos cordeiros em relação ao peso das ovelhas ao parto e ao desmame.

Determinar a influência da suplementação concentrada sobre os grupos genéticos estudados.

Verificar o ganho em peso médio diário na fase materno-dependente (quatro primeiras semana) e na fase materno independente (quinta semana de vida até a desmama).

Avaliar o efeito da suplementação concentrada sobre a deposição de gordura subcutânea, através da determinação do Escore da condição corporal das ovelhas durante a lactação


MATERIAL E MÉTODOS

O experimento foi conduzido no Modulo Didático Produtivo de Caprinos e Ovinos da Universidade Federal do Piauí – Colégio Agrícola de Bom Jesus (CABJ), localizado no município de Bom Jesus estado do Piauí.

Foram utilizadas 36 ovelhas no terço final da gestação, sendo dezesseis da raça Morada Nova e vinte da raça Santa Inês, alojadas em piquetes cobertos devidamente instalados separados de outros animais existentes no setor de ovino e caprino do Campus, foram divididas em dois grupos, no qual receberam, 0,5% de peso vivo (PV) e 1,5% do peso vivo (PV) de suplemento concentrado de acordo com o seu peso que era feito semanalmente. A ração era pesada com balança de precisão aos sábados, no qual eram embaladas em sacos plásticos, com a identificação do número da mãe, raça e tipo de tratamento, de acordo a suprir a necessidade do consumo semanal, sendo devidamente armazenadas no depósito do setor de ovinos do Campus. As ovelhas eram soltas a partir das (8:00h)  no pasto, formado por pastagem de Andropogon gayanus, sendo recolhidas no final da tarde (4:30h),  e separadas em baías individuais, no qual receberam a suplementação energética e  em seguida eram recolhidas ao final da tarde para pernoite, após o consumo. As sobras eram armazenadas e repassadas no dia seguinte pela manhã, para as ovelhas que não consumiam toda a suplementação.

Foram utilizados no experimento 32 cordeiros, sendo treze da raça Dorper x Morada Nova, e dezenove da raça Dorper x Santa Inês, divididos entre os dois tratamentos T1 (0,5%) e T2 (1,5%). Após o parto, os cordeiros foram pesados e tiveram seus umbigos desinfectados com iodo a 10%, permanecendo no piquete maternidade até o 7º dia de vida, momento em que eram identificados através de colar com numeração da mãe e filho e transferidos, com suas respectivas mães, para o piquete de Andropogon gayanus. Para viabilizar a melhor conversão alimentar dos cordeiros foi utilizado comedouro seletivo (creep feeding) com aberturas de 17 cm, permitindo somente a entrada dos cordeiros aos mesmos, mantido em uma área próxima ao acesso a água. A ração era pesada diariamente utilizando balança de precisão, com controle diário de oferta e registros das sobras.

Os cordeiros foram pesados semanalmente, onde cada tinha seu peso registrado a partir do dia do parto, e desmamados (75 dias) ao atingirem 16 kg de peso vivo. Todos os animais receberam tratamento para controle e prevenção de endoparasitas (2 mL de cloridrato de disofenol em dose única e 1 mL para cada 4 kg peso corporal)  com reforço a cada 20 dias.

Foi utilizado o Delineamento inteiramente casualizado (DIC) em arranjo fatorial 2x2 representados por duas raças (Santa Inês e Morada Nova) e dois níveis de suplementação (0,5% e 1,5% do peso vivo). As análises estatísticas foram realizadas utilizando-se o procedimento Anova do programa SAS (1999). As médias foram comparadas pelo teste de F ao nível de 5% de probabilidade.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1370473 - JACIRA NEVES DA COSTA TORREAO
Interno - 1656633 - CARLO ALDROVANDI TORREAO MARQUES
Interno - 1656396 - LEILSON ROCHA BEZERRA
Interno - 1712960 - MARCOS JACOME DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 31/01/2014 15:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 18:27