Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GLEYSON VIEIRA DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GLEYSON VIEIRA DOS SANTOS
DATA: 07/02/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Salão Nobre do CPCE
TÍTULO:

Modelos com diferentes distribuições para estimação de efeitos genéticos e ambientais em características associadas à resistência a endoparasitas em ovinos de corte


PALAVRAS-CHAVES:

Cadeia de Markov-Monte Carlo, efeitos ambientais, inferência Bayesiana, herdabilidade, ovinos deslanados, Poisson


PÁGINAS: 71
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
RESUMO:

O objetivo desse estudo foi comparar diferentes distribuições associadas às características que não seguem distribuição normal para resistência genética a endoparasitas utilizando a inferência Bayesiana e avaliar o impacto das distribuições adotadas na estimação dos efeitos sistemáticos e genéticos. As características associadas a resistência genética foram ovos por grama de fezes (OPG), grau de FAMACHA, escore corporal (EC), peso corporal (PC) e altura da garupa (AG). Foram utilizados modelos lineares mistos (contendo como efeito fixo o grupo de contemporâneo e o efeito aleatório genético aditivo, além do efeito residual) e modelos lineares generalizados para avaliar, diferentes distribuições, adotadas para as características estudadas. Foi utilizado o Critério de Informação da Deviance (DIC) para avaliar o ajuste da distribuição aos dados e para definição do grupo de contemporâneos a ser considerado na parte fixa do modelo.  A convergência das cadeias de Gibbs para a distribuição a posterior foi alcança, pois todos os valores de p-value foram maiores que 0,05, o que indica a estacionalidade das cadeias. O erro de Monte Carlos foi pequeno e praticamente nulo, reafirmando a convergência das cadeias. As estimativas de herdabilidade para a característica OPG após as transformações variaram de 0,14 a 0,43, sendo essas maiores do que quando não foi utilizada a transformação considerando que a característica possuía distribuição Normal. As estimativas de variância genéticas para altura da garupa e peso corporal foram maiores que as residuais aumentando assim as estimativas de herdabilidades, indicando que existe uma grande variabilidade genética podendo ser passível de seleção, pois com a alta herdabilidade o fenótipo desses indivíduos é um bom indicador do genótipo. Comparando os parâmetros genéticos obtidos com os modelos que empregaram as distribuições Normal e Poisson para coloração da mucosa ocular pelo método Famacha, observou-se que com a distribuição de Poisson, as estimativas de variância genética e residual foram menores que com a distribuição Normal, no entanto as mesmas foram próximas de zero, indicando baixa variação genética. Pode-se concluir que a melhor distribuição para modelar as características coloração da mucosa ocular, escore corporal, peso corporal e altura da garupa foi utilizando a Distribuição Normal, pois proporcionou um melhor ajuste aos dados, quando comparado com as distribuições testadas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1550485 - JOSE LINDENBERG ROCHA SARMENTO
Interno - 1370473 - JACIRA NEVES DA COSTA TORREAO
Interno - 1907649 - KATIENE REGIA SILVA SOUSA
Notícia cadastrada em: 31/01/2014 15:20
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 17:10