Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MATHEUS DE MENESES C SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MATHEUS DE MENESES C SOUZA
DATA: 27/08/2015
HORA: 08:00
LOCAL: Sala 261 - Departamento de Computação
TÍTULO:

Uma Abordagem para Avaliar a Usabilidade de Sistemas Web Remotamente.


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave:

 

Usabilidade, Web, Teste de Software, Sistemas Fuzzy, Web Usage Mining


PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
RESUMO:

Sistemas Web estão cada vez mais presentes no cotidiano das pessoas. No entanto, partes desses sistemas não são adequadas para uso, causando problemas na sua adoção e podendo assim determinar seu sucesso ou fracasso. A adequação ao uso é algo conhecido como Usabilidade e, por conta da predominância de sistemas disponíveis na Internet, com potencialmente milhões de usuários, tem ganho bastante evidência nos últimos anos. Entender o nível de usabilidade de um sistema tornou-se um aspecto chave para sucesso de aplicações Web. Dentre os métodos tradicionais de avaliação de usabilidade, testes laboratoriais destacam-se por avaliar a interação de usuários com um software. Entretanto, a complexidade e os custos associados aos testes de usabilidade laboratoriais desencorajam a execução dessa atividade, uma vez que exigem uma equipe dedicada e presencial durante a avaliação. Devido à crescente necessidade de realizar avaliações de usabilidade, é proposta neste trabalho uma abordagem de apoio a essas avaliações, objetivando torná-las mais simples e menos custosas. A abordagem possui uma ferramenta de apoio, denominada UseSkill, que baseia-se na captura das interações dos usuários (logs) de forma remota e automática. A UseSkill permite a captura desses logs em contextos controlados, com a realização de tarefas pré-definidas, e em contextos de produção, onde o usuário utiliza livremente o sistema em seu dia a dia. Com base nos dados capturados em um contexto controlado, a ferramenta compara as ações realizadas por usuários “experientes” no sistema e que possuem fluência no seu uso, por mais que existam problemas de usabilidade, contra as ações realizadas por usuários sem tanto conhecimento no sistema, denominados “novatos” e que sofrem mais com os problemas de usabilidade. A ferramenta calcula métricas associadas ao uso do sistema e com isso aponta possíveis problemas de usabilidade, sugeridos a partir de diferenças entre as interações de experientes e novatos. Um estudo experimental foi realizado para avaliar o comportamento dessa ideia em um contexto experimental e os resultados obtidos indicaram que ela pode ser um grande aliado na redução dos custos das avaliações de usabilidade. Embora a técnica desenvolvida tenha obtido um resultado satisfatório, o maior objetivo deste trabalho é estender a técnica para o ambiente real de produção de um software e com isso realizar avaliações de usabilidade on-the-fly. Essa extensão foi iniciada e permite que sejam realizadas avaliações constantes de um sistema Web, gerando métricas que indicam as funcionalidades mais usadas e que possuem indicadores de usabilidade mais baixos, representando assim pontos prioritários de melhoria. Essa extensão da abordagem está sendo analisada em uma aplicação em produção, já tendo sido capturados cerca de 150 mil ações de usuários e com isso gerado indicações de funcionalidades com possíveis problemas de usabilidade. As sugestões geradas foram interpretadas pelos desenvolvedores do sistema, que apresentaram um bom nível de concordância com os resultados.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 737.502.043-49 - ERICK BAPTISTA PASSOS - IFPI
Presidente - 2167802 - PEDRO DE ALCANTARA DOS SANTOS NETO
Interno - 1226761 - RAIMUNDO SANTOS MOURA
Notícia cadastrada em: 03/08/2015 15:52
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 13/10/2019 20:31