Notícias

Banca de DEFESA: THIAGO ALLISSON RIBEIRO DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THIAGO ALLISSON RIBEIRO DA SILVA
DATA: 29/02/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 260 - Departamento de Computação
TÍTULO:

Estudo e Desenvolvimento de Abordagens para a Determinação da Sequência de Ajustes no Controle da Magnitude de Tensão Aplicada a Sistemas de Transmissão de Energia Elétrica Considerando Aspectos da Infraestrutura de Comunicação de Dados


PALAVRAS-CHAVES:

Análise de sensibilidade, ontrole da magnitude de tensão, disponibilidade média da rede, fluxo de carga, infraestrutura de comunicação.


PÁGINAS: 90
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
RESUMO:

O controle da magnitude de tensão é uma tarefa fundamental para a operação do sistema transmissão de energia elétrica, sendo aplicado à manutenção das magnitudes de tensão dentro de limites pré-determinados definidos por órgãos de regulamentação. Para execução do controle da magnitude de tensão são necessárias informações relacionadas ao estado do sistema e quais dispositivos de controle podem ser ajustados para levar o sistema à operação adequada. Neste contexto, este trabalho propõe o estudo e o desenvolvimento de abordagens, constituídas por três componentes, para execução da regulação da magnitude de tensão nos sistemas de transmissão de energia elétrica. O primeiro componente, aqui denominado Gestor de Controle, é responsável por determinar a sequência dos ajustes nas injeções de potência reativa para corrigir as tensões nas barras de carga cujas magnitudes estejam fora dos limites adequados. Tais ajustes são determinados em função de uma análise de sensibilidade baseada na matriz Jacobiana reduzida JQV das equações de balanço de potência do sistema, a qual relaciona variações da injeção de potência reativa com variações nas magnitudes de tensão nas barras do sistema. O segundo componente consiste nos Nós de Controle, responsável por receber os comandos definidos pelo Gestor de Controle e efetuar os ajustes recomendados. Por fim, o terceiro componente consiste na Infraestrutura de Comunicação, responsável pela transmissão dos dados que caracterizam o estado do sistema e os comandos a serem executados pelos Nós de Controle. Simulações computacionais nos sistemas IEEE de 14 e 57 barras são realizadas para avaliar o funcionamento das abordagens propostas considerando cenários operacionais com violações de tensão. As simulações fazem uso da ferramenta NS-3 (Network Simulator 3) de modo a representar os elementos de comunicação e obter métricas relativas ao tráfego de dados, computando a disponibilidade média das redes WiMAX (Worldwide Interoperability for Microwave Access) e DWDM (Dense Wavelength Division Multiplexing). Os resultados obtidos fornecem o despacho de potência reativa necessário para a correção das violações de tensão, os perfis de tensão nas barras e as perdas de potência ativa no sistema à medida que os ajustes são realizados e o tráfego de dados associados aos comandos de regulação.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1983254 - BARTOLOMEU FERREIRA DOS SANTOS JUNIOR
Externo à Instituição - GERALDO ROBERTO MARTINS DA COSTA - USP
Externo ao Programa - 1732950 - JOSE VALDEMIR DOS REIS JUNIOR
Presidente - 2061294 - RICARDO DE ANDRADE LIRA RABELO
Interno - 1446435 - VINICIUS PONTE MACHADO
Notícia cadastrada em: 28/01/2016 10:55
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 22/04/2019 11:22