Notícias

Banca de DEFESA: MIGUEL LINO FERREIRA NETO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MIGUEL LINO FERREIRA NETO
DATA: 28/02/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Videoconferência do PPgCC
TÍTULO: Mecanismo de Reconfiguração Dinâmica Orientado a Eventos para Redes de Sensores sem Fio Cluster-Tree de Larga Escala baseadas no Padrão IEEE 802.15.4
PALAVRAS-CHAVES: Rede de Sensores sem Fio. IEEE 802.15.4. ZigBee. Cluster-tree. Reconfiguração Dinâmica. Internet das Coisas.
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
RESUMO:

Com o advento da Internet das Coisas (IoT) no âmbito industrial, comercial e residencial, o desenvolvimento de aplicações e mecanismos de comunicação eficientes baseadas em Redes Sensores Sem Fio (RSSF) têm se tornado uma área atrativa. O conjunto de normas IEEE 802.15.4 e ZigBee forma uma pilha de protocolos adequada para implementação de RSSFs, oferecendo capacidade de sensoriamento, mobilidade, autonomia e cooperação entre dispositivos. Tais normas operam sob baixas taxas de comunicação, baixo custo e baixo consumo energético, com suporte a topologias estrela e peer-to-peer. A cluster-tree é um tipo especial de topologia peer-to-peer que permite a sincronização de nós e é apontada como uma das topologias mais adequadas para implantação de ambientes de larga escala. Nesse contexto, a ocorrência de eventos adversos do ambiente monitorado podem gerar prejuízos à operação regular da rede (intensificados pelas típicas condições de tráfego as quais são submetidas). Tal fato torna necessário o desenvolvimento de esquemas para mitigar os altos atrasos de comunicação fim-a-fim, congestionamentos e eventuais perdas de pacotes, comuns em típicos ambientes de monitoramento. Este trabalho de Mestrado propõe um mecanismo de reconfiguração dinâmica das principais estruturas de comunicação em RSSFs cluster-tree de larga escala baseadas nas normas IEEE 802.15.4/ZigBee. O mecanismo proposto compreende uma arquitetura composta de módulos, que engloba desde o processo de formação orientada de rede, até uma abordagem auto-adaptável que ajusta dinamicamente as estruturas de comunicação de acordo com a detecção de alterações dos fluxos de mensagens de monitoramento. Com isso, pretende-se fornecer Qualidade de Serviço para os típicos fluxos de monitoramento e controle, a fim de evitar problemas típicos dessas redes, tais como: altos atrasos de comunicação, congestionamento e perda de pacotes. Dessa forma, a ideia básica é otimizar as mensagens de monitoramento, ao mesmo tempo que permite uma rápida disseminação de mensagens de controle e reconfiguração de rede. Como resultados, este trabalho fornece uma avaliação de desempenho por simulação, a fim de implementar e avaliar a eficiência dos principais mecanismos propostos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2619458 - ERICO MENESES LEAO
Interno - 1632612 - ANDRE CASTELO BRANCO SOARES
Interno - 1732950 - JOSE VALDEMIR DOS REIS JUNIOR
Externo à Instituição - FRANCISCO M. M. C. VASQUES DE CARVALHO - UNIPORTO
Notícia cadastrada em: 18/02/2020 09:22
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb02.ufpi.br.instancia1 04/06/2020 10:12