Notícias

Banca de DEFESA: WESLEY GERALDO SAMPAIO DA NOBREGA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: WESLEY GERALDO SAMPAIO DA NOBREGA
DATA: 26/08/2022
HORA: 08:30
LOCAL: Sala Virtual do Google Meet
TÍTULO: Estudo e Análise de Desempenho do Protocolo LoRaWAN para o Monitoramento Remoto de Doenças Crônicas
PALAVRAS-CHAVES: LoRaWAN, IoT, Saúde, Doenças Cardiovasculares.
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
SUBÁREA: Sistemas de Computação
ESPECIALIDADE: Teleinformática
RESUMO:

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), as doenças crônicas não transmissíveis matam 7 em cada 10 pessoas em todo mundo. O monitoramento e tratamento dessas doenças requer o deslocamento frequente dos pacientes aos hospitais e centros de saúde, muitas vezes bem distantes de suas residências, causando aumento nas suas despesas financeiras, dos sistemas de saúde governamentais, planos de saúde, dentre outros. Dentre essas doenças crônicas monitoráveis as cardíacas são a maior causa de mortes e invalidez dos últimos 20 anos, havendo claramente a necessidade de ações focadas na prevenção e no tratamento. Neste contexto, os avanços nos sensores vestíveis e nos protocolos de comunicação contribuem de forma direta no apoio à saúde. Movido por essa demanda, o presente trabalho tem como objetivo estudar e analisar a performance de um sistema que utiliza componentes de Internet das Coisas (Internet of Things - IoT) para o monitoramento remoto de doenças crônicas, em especial doenças cardiovasculares, com coleta e processamento de dados de eletrocardiograma (ECG). Utilizou-se para transmissão desses dados a tecnologia Long-Range (LoRa) sob o protocolo LoRaWAN. Nesse estudo foram observados os dados lidos pelos sensores, tratados de forma a serem transmitidos para os gateways de maneira correta levando-se em consideração parâmetros como distância entre nós (sensores) e o gateway, relevo do ambiente e fatores de espalhamento (SF). Como figuras de mérito, verificou-se os parâmetros de rede como o indicador de força do sinal recebido (RSSI), latência e relação sinal-ruído (SNR) em cenários reais com características urbanas (domésticas e hospitalares) e rurais e analisou-se o comportamento nestes cenários. Com a utilização desses dados fornecidos pela rede, foi idealizado e implementado um sistema de Inferência Fuzzy com o objetivo de otimizar o consumo de bateria do sistema. Os resultados obtidos mostraram que cada cenário tem suas particularidades e no caso dos testes feitos em ambiente urbano/doméstico os SF7 e SF8 se comportaram melhor em distâncias de até 30 metros com obstáculos. Já em ambiente urbano/hospitalar o melhor resultado foi com SF10, alcançando até 120 metros, com obstáculos, realizando a coleta de pacotes de rede. No cenário rural, utilizou-se o SF12, com alcance de transmissão de até 400 metros. A contribuição do estudo vai da abordagem direta e medições feitas em diferentes ambientes urbano e rural, bem como a automatização dos tempos de coleta de dados e transmissão via rede de acordo com o sistema Fuzzy proposto e modelado, aumentando o tempo de vida útil da bateria, tornando assim um processo mais dinâmico e independente da interferência humana.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1732950 - JOSE VALDEMIR DOS REIS JUNIOR
Interno - 1632612 - ANDRE CASTELO BRANCO SOARES
Interno - 2619458 - ERICO MENESES LEAO
Externo à Instituição - ANDERSON LEONARDO SANCHES - UFABC
Notícia cadastrada em: 01/08/2022 20:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 23/02/2024 14:10