Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIA AUZENI DE MOURA FÉ

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA AUZENI DE MOURA FÉ
DATA: 15/12/2016
HORA: 09:00
LOCAL: sala de aula da PREX
TÍTULO: Mortalidade Materna antes e após a implantação da Rede Cegonha
PALAVRAS-CHAVES: Morte Materna, Razão de Mortalidade Materna, Rede Cegonha
PÁGINAS: 75
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
SUBÁREA: Epidemiologia
RESUMO:

Morte materna é a morte de uma mulher durante a gestação ou dentro de um período de 42 dias após o término da gestação, independentemente da duração ou da localização da gravidez, devido a qualquer causa relacionada ou agravada pela gravidez, ou por medidas em relação a esta, porém, não devido a causas acidentais ou incidentais. A razão de mortalidade materna, no Piauí, foi de 67,62 mortes para cada 100.000 nascidos vivos em 2015. A morte materna poderia ser evitada em mais de 90% das vezes se houvesse assistência adequada durante o ciclo gravídico-puerperal. Objetivo: Avaliar a mortalidade materna antes e após a implantação das ações estratégicas da Rede Cegonha. Metodologia: Estudo epidemiológico analítico, com coleta de dados retrospectivos, realizada a partir de dados sobre os óbitos maternos ocorridos no período de 2006 a 2015, provenientes dos Sistemas de Informação sobre Mortalidade - módulo web, e o Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos, coletados no período de setembro a novembro de 2016, compreendendo banco de dados com parte de acesso público e parte de acesso restrito. A amostra do estudo foi de 426 óbitos maternos. Os dados foram organizados em planilhas do Microsoft Excel® e analisados por meio do software IBM® SPSS®, versão 18.0, conforme o ano de ocorrência do óbito e categorias das variáveis independentes. Resultados: A maioria das mulheres apresentou de 20 a 29 anos (45,1%), sendo que 57,8% tiveram uma a três gestações anteriores, 71,1% fizeram a primeira consulta no primeiro trimestre, 37,2% realizaram de quatro a seis consultas, 43,4% teve parto cesáreo, com 57,6% de bebês nascidos vivos. Os resultados apontaram que, no intervalo de cinco anos antes da implantação das ações da Rede Cegonha, houve um aumento de 33,6% na razão de morte materna; entretanto, foi constatada redução de 20% nos anos correspondentes à implantação das ações da Rede Cegonha (2011 a 2015). Foi identificada uma redução global de 11,4% da RMM no período de 2006 a 2015 de 5% a cada ano a partir de 2011, embora não tenha sido identificada uma diferença estatisticamente significativa entre as médias no intervalo de cinco anos antes e cinco anos depois (p=0,542). Conclusão: Os dados apontaram a redução da razão de morte materna entre o período de cinco anos antes e de cinco anos após a implantação das ações da Rede Cegonha, com maior homogeneidade entre as medidas no segundo intervalo, um indicativo descritivo de mudanças satisfatórias no que se refere às atividades desenvolvidas com vistas à redução da mortalidade materna.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1167593 - KEILA REJANE OLIVEIRA GOMES
Interno - 2365867 - MAURICIO BATISTA PAES LANDIM
Externo ao Programa - 226.905.653-15 - ZENIRA MARTINS SILVA - UESPI
Notícia cadastrada em: 03/12/2016 12:36
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 29/05/2020 10:48