Últimas Notícias
Banca de DEFESA: CLÁUDIA CARDINALLE LIMA TEIXEIRA
Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLÁUDIA CARDINALLE LIMA TEIXEIRA
DATA: 29/10/2018
HORA: 10:30
LOCAL: sala de aula da PREX
TÍTULO: A FITOTERAPIA COMO ALTERNATIVA TERAPÊUTICA: O ALHO BRAVO E SEUS EFEITOS PARA A SAÚDE DA POPULAÇÃO.
PALAVRAS-CHAVES: fitoterapia, extrato, anti-inflamatório e alcaloide.
PÁGINAS: 88
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
SUBÁREA: Cirurgia
RESUMO:

CONTEXTO E OBJETIVO: O uso dos recursos vegetais está presente na cultura popular que é transmitida de geração a geração no decorrer da existência humana. A fitoterapia é uma terapêutica não convencional que se baseia na utilização de plantas medicinais para prevenir, atenuar ou curar um estado patológico.  O objetivo desse estudo é apresentar uma alternativa terapêutica fitoterápica para a população. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: estudo de análise de produtos bioativos de uma planta medicinal encontrada na região de São Raimundo Nonato; realizado em Teresina-Piauí, nos Laboratórios de Geoquímica Orgânica (LAGO), de Síntese e Fitoquímica e Laboratório de Produtos Naturais e Neuroquímica Experimental (LAPPNEX) da Universidade Federal do Piauí-UFPI, no período de junho a agosto 2018. MÉTODOS: Consistiu em várias etapas, iniciando pela aquisição da planta, realização da exsicata, obtenção do extrato etanólico bruto (EEB) e de suas frações (hexânica, acetato de etila, diclorometano e hidroalcoólica), screening fitoquímico, extração do óleo essencial, testes de inibição qualitativo da enzima acetilcolinesterase (AChE).e testes biológicos. RESULTADOS: para o teste de inibição qualitativa da enzima acetilcolinesterase (AChE) foi possível observar a presença de mancha branca na placa de Cromatografia em Camada Delgada-CCD na amostra, em comparação à mancha branca do padrão, dessa forma, podendo-se concluir que ocorreu inibição da enzima acetilcolinesterase (AChE), tanto para a amostra do extrato etanólico bruto (EEB) quanto para o hidrolato/voláteis do “Alho Bravo” (Mansoa sp), sendo que, para a amostra do hidrolato/voláteis a mancha branca ficou bem mais intensa. A abordagem fitoquímica de “Alho Bravo” (Mansoa sp)  revelou a presença de alcalóides, taninos, flavonóides, saponinas e cumarinas, negativo para quinonas e inconclusivo para triterpenos e/ou esteróides. O extrato etanólico bruto (EEB) de “Alho Bravo” (Mansoa sp) foi fracionado pela técnica de dissolução fracionada com solventes de polaridade crescentes (hexano, diclorometano, acetato de etila), os solventes retiram da mistura grupos de substâncias de solubilidade semelhante. Porém, não foram isoladas as substâncias das frações hexânica, diclorometano e acetato de etila.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1167257 - ANTONIA MARIA DAS GRACAS LOPES CITO
Presidente - 1167577 - LIS CARDOSO MARINHO MEDEIROS
Interno - 665.904.343-87 - LORENA CITO LOPES RESENDE SANTANA - UFPI
Externo à Instituição - LYDIA MASAKO FERREIRA - USP

Cadastrada em: 19/10/2018
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
  • 06/08/2018 - 07/08/2018 · Matrícula para o período 2018.2.
  • 13/08/2018 · Início do período letivo 2018.2.
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 21/11/2018 05:05