Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DHWLIANY SILVA MEIRELES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DHWLIANY SILVA MEIRELES
DATA: 03/11/2020
HORA: 16:00
LOCAL: link
TÍTULO: IMPACTO DO PROGRAMA PADRONIZADO “BELLY DANCE” NA FUNCIONALIDADE DE IDOSAS
PALAVRAS-CHAVES: Assoalho pélvico; Senescência; Belly dance; Idosos.
PÁGINAS: 128
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
SUBÁREA: Saúde Materno-Infantil
RESUMO:

Introdução a senescência é uma fase da vida marcada por significativas mudanças nos âmbitos biológicos, fisiológicos, sociais e emocionais trata-se de um processo progressivo e irreversível, nesse temos o enfraquecimento do sistema músculo esquelético, dentre eles destaca-se o assoalho pélvico musculatura responsável pela manutenção do aparelho geniturinário evitando a ocorrência das incontinências e prolapsos de órgãos internos principalmente em mulheres. Justificativa: diante do envelhecimento das mulheres e da capacidade da dança do ventre ser uma atividade física que trabalha a musculatura da região pélvica e abdominal desenvolveu-se a pesquisa para verificar se a prática desta levaria a algum resultado satisfatório sobre a musculatura do assoalho pélvico e abdômen. Objetivo: Avaliar o impacto do programa padronizado “Belly Dance” na funcionalidade dos músculos do assoalho pélvico, sistema respiratório, controle motor, biomarcadores sanguíneos e no controle clínico de idosas de Parnaíba e teve como objetivos específicos traçar o perfil clínico e demográfico das voluntárias, avaliar o efeito, antes e após o estudo, do programa padronizado “Belly Dance” na (os):funcionalidade dos músculos do assoalho pélvico, na bioimpedância; sinais vitais, frequência cardíaca, saturação de oxigênio, glicemia capilar, circunferência abdominal, controle motor (eletromiografia de superfície e intracavitária) dos músculos do assoalho pélvico, estabilometria, força muscular respiratória; valores hematimétrico. Metodologia: O estudo realizado tratou-se de uma pesquisa tipo ensaio clínico, randomizado com abordagem quantitativa, com 32 idosas em Parnaíba-PI entre os meses de. Resultados: resultados mostraram que as voluntárias obtiveram redução da variáveis cardiovasculares (pressão arterial sistólica e diastólica, frequência cardíaca, saturação de oxigênio), dos valores hematimétricos avaliados(glicemia, TGO, TGP e HDL); melhoria dos valores do (a) metabolismo basal, força muscular do AP, além de resistência, repetição de contração e contrações rápidas, como também do LDH; melhoria do recrutamento de fibras musculares do AP (intracavitário) e acessória (glúteo) e da musculatura inspiratória; relaxamento nas demais musculaturas do AP nos diferentes tipos de contrações (rápida e sustentada); porém não houve efeito no equilíbrio, o que se mostrou independentemente de como estivesse a visão das voluntárias (olho aberto ou fechado), o que se presume ser devido ao tempo de intervenção. Conclusão: O programa Belly Dance, proposto como intervenção mostrou-se eficaz na força, resistência, contrações rápidas e repetidas da MAP, relaxamento dos adutores, redução de TGO e TGP, podendo ser implantado nos sistemas de saúde. Entretanto, sugere-se outras pesquisas que abordem os efeitos deste método nos parâmetros de estresse oxidativo, bem como, nos biomarcadores de inflamação e lesão endotelial.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2157495 - ANDERSON NOGUEIRA MENDES
Interno - 665.904.343-87 - LORENA CITO LOPES RESENDE SANTANA - UFPI
Externo à Instituição - GUILHERME PERTINNI DE MORAIS GOUVEIA - UFPI
Notícia cadastrada em: 13/10/2020 11:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 16/01/2021 20:23