Notícias

Banca de DEFESA: ANA CLAUDIA DE AGUIAR ANDRADE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA CLAUDIA DE AGUIAR ANDRADE
DATA: 07/12/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 14, do Espeço Integrado 1-UFPI, Campus Ministro Petrônio Portella, Planalto Ininga,Teresina-PI
TÍTULO: DIAGNÓSTICO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ
PALAVRAS-CHAVES: Informação. Conhecimento. Gestão do Conhecimento. Instituições de Ensino Superior.
PÁGINAS: 71
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Administração Pública
ESPECIALIDADE: Organizações Públicas
RESUMO:

As organizações tanto públicas como privadas estão em busca de conquistar o mercado ao qual pertencem e se tornarem referência frente a sua clientela, para tanto, estas vem tentando alinhar suas estratégias organizacionais com estratégias de gestão do conhecimento. Hoje a esfera pública é tão cobrada como a privada e deve utilizar de todas as ferramentas a seu alcance para fornecer serviços de forma cada vez mais eficiente dispondo de recursos cada vez mais escassos. A informação e o conhecimento têm se tornado ativos importantes para as organizações modernas, por serem alguns dos principais recursos utilizados pelas mesmas, logo, se tornaram tão vantajosos como qualquer outro ativo de valor monetário ou material, principalmente como instrumento de obtenção de vantagem competitiva. Dito isto, este trabalho visa frisar a importância da informação e do conhecimento dentro das organizações, principalmente no que trata das Instituições de Ensino Superior, mais especificamente a UFPI, por meio de um estudo de caso único descrevendo como a gestão do conhecimento é tratada dentro dessa IES pelos gestores. A presente dissertação analisou a Gestão do Conhecimento na percepção dos gestores, servidores em cargos de direção da Universidade Federal do Piauí, localizada na cidade de Teresina-PI. A pesquisa de natureza quantitativa, com finalidade descritiva, teve como procedimento o estudo de caso. Para sua elaboração, foi utilizado o modelo proposto pelas autoras Bukowitz e Williams (2002). A coleta de informações aconteceu através do questionário estruturado e validado pelas autoras citadas como também um pequeno questionário sociodemográfico, sendo o modelo proposto pelas autoras dividido em processo tático e estratégico. Os resultados da pesquisa apontaram que a GC ainda não se encontra totalmente estabelecida na instituição estudada, esta obteve um percentual considerado moderado tanto no processo tático como no estratégico conforme a metodologia adotada, demonstrando que não existe ainda um processo de gestão do conhecimento estruturado e formal.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167769 - RAIMUNDO BATISTA DOS SANTOS JUNIOR
Interno - 1291400 - DENIS BARROS DE CARVALHO
Externo ao Programa - 3043406 - MURILO DE OLIVEIRA JUNQUEIRA
Notícia cadastrada em: 29/11/2018 16:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 05/07/2020 07:09