Notícias

Banca de DEFESA: DANIELLA SOUSA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANIELLA SOUSA SILVA
DATA: 26/01/2024
HORA: 09:00
LOCAL: Banca na modalidade remota - https://meet.google.com/xdp-zuxv-mwo,
TÍTULO: Além do dever: análise das comissões processantes à luz da Teoria da Troca Social.
PALAVRAS-CHAVES: Comissões Processantes; Correição; Interações Sociais; Teoria da Troca Social.
PÁGINAS: 135
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Administração Pública
ESPECIALIDADE: Organizações Públicas
RESUMO:

A teoria da troca social está entre os paradigmas conceituais mais influentes para entender o
comportamento no local de trabalho. Nessa perspectiva, como objetivo geral buscou-se
compreender as interações sociais no contexto de trabalho das comissões processantes do
Instituto Federal do Piauí, à luz da teoria da troca social. Para tanto, foi adotada a abordagem
qualitativa, utilizando-se a técnica de entrevistas semiestruturadas com servidores públicos
federais que atuam e/ou atuaram como membros de comissões processantes no IFPI. Os
dados foram trabalhados por meio da análise temática de lógica interpretativista, proposta por
Braun e Clarke (2006), com o auxílio do software MAXQDA. Por meio dos achados, foi
possível verificar que o apoio organizacional e o suporte do Corregedor fortalecem o
comprometimento dos membros das comissões com a organização e afetam positivamente o
desempenho desses membros no trabalho e que a retribuição mútua impacta os aspectos
psicológicos e de identificação organizacional dos participantes. Além disso, foram
verificadas contribuições que os resultados dos processos correicionais trazem ao IFPI e à
sociedade, como a proteção da imagem institucional, bem como, a credibilidade de que
comportamentos desviantes não serão aceitos pela Instituição de ensino, dentre outras. Por
outro lado, foram relatados os principais desafios enfrentados pelos servidores, durante o
período de atuação como membros de comissões processantes no IFPI, e dentre elas,
destacam-se passar por situações constrangedoras e a resistência dos demais colegas em
colaborar com as investigações necessárias, assim como principais oportunidades ressaltaram
a experiência adquirida e o crescimento profissional e pessoal. Logo, os conhecimentos
oriundos desta pesquisa podem, no ponto de vista da prática, ajudar a Administração Pública,
fornecendo-lhe informações para contribuir com a identificação de pontos a serem
melhorados no desenvolvimento do trabalho das comissões correicionais, principalmente no
que se refere às interações sociais entre os membros e demais servidores, demonstrando,
assim, a importância de se cultivar, sobretudo, o fator humano do servidor.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 050.961.784-04 - FABIANA PINTO DE ALMEIDA BIZARRIA - UNILAB
Externo à Instituição - ILUSKA LOBO BRAGA - UNIR
Presidente - 1703199 - LEONARDO VICTOR DE SA PINHEIRO
Notícia cadastrada em: 11/01/2024 08:13
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 30/05/2024 12:07