Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCISCO BRUNO PAZ SOARES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISCO BRUNO PAZ SOARES
DATA: 08/12/2017
HORA: 08:00
LOCAL: Sala de Direção do Campus
TÍTULO: A formação em psicologia para a saúde: interfaces com a saúde coletiva
PALAVRAS-CHAVES: Psicologia; Formação; Saúde Coletiva
PÁGINAS: 128
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

A presença da Psicologia no campo da saúde remonta ao início do século XX. No entanto, sua entrada enquanto profissão no âmbito das instituições públicas de saúde ocorreu de forma mais acentuada a partir da década de 1980, e ampliou-se nos anos de 1990, por meio da criação de programas e serviços no âmbito da atenção primária e da saúde mental, e demais níveis de atenção. Tal quadro de expansão trouxe como desdobramentos um acúmulo de estudos que tratam sobre a inserção, a atuação e a formação do psicólogo no campo da Saúde. Estes estudos apontam para a necessidade de ampliação da discussão teórica e prática da formação. Além disso, a entrada do psicólogo na Saúde aproximou a profissão do campo de debates da Saúde Coletiva. O significativo aumento da presença da Psicologia no Sistema Único de Saúde (SUS), acompanhado de uma maior produção acadêmica no âmbito da Saúde, reverberam em problematizações e a necessidade de estudos que aprofundem as bases epistemológicas, metodológicas e ético-políticas da profissão no âmbito da Saúde, com base no SUS. Partindo disso, indagamos: como a Saúde tem sido discutida mais amplamente na formação em Psicologia no Brasil? Quais as interfaces entre Psicologia e a Saúde Coletiva ao longo da formação de psicólogos? Como objetivo geral propomos: investigar os fundamentos epistemológicos, metodológicos e ético-políticos da Saúde que orientam os processos formativos nos cursos de Psicologia no Brasil. Como específicos: a) identificar as concepções de Saúde presentes nos currículos de psicologia; b) analisar as dimensões teórico-metodológicas e técnico-operativas desenvolvidas no decorrer da formação em Psicologia para atuar no campo da Saúde; c) conhecer a forma com que os estudantes de Psicologia vivenciam e se implicam com os processos formativos para atuar na Saúde. Metodologicamente, trata-se de um estudo de cunho descritivo, com abordagem qualitativa. O mesmo contemplará duas etapas. A primeira, estruturada com base no delineamento documental, foi iniciada e utilizou como fonte de produção dos dados os Projetos Pedagógicos dos Cursos de Psicologia (PPC) no Brasil, disponíveis em domínio público (n=38). A análise, apoiada no software IRAMUTEQ, contemplou três componentes: Ementas; Disciplinas; e Referências Bibliográficas. Tais elementos foram analisados, separadamente, por meio, de dois instrumentos analíticos: Nuvem de Palavras e o Método da Classificação Hierárquica Descendente. Em relação aos eixos de discussão e temáticas, presentes em cada elemento, os mesmos organizaram-se da seguinte forma: Ementas (Psicopatologia; Atuação Profissional e Atenção Psicossocial); Disciplinas (Atuação Profissional; Psicopatologia; Gestão e Organização de Serviços; e Práticas de Saúde no Contexto Escolar); Referências: (Psicodiagnóstico; Saúde do Trabalhador e Atenção Psicossocial).  A segunda contemplará uma pesquisa de campo com graduandos dos cursos de Psicologia de Instituições de Ensino Superior das cidades de Parnaíba/PI e Teresina/PI. Para o recrutamento dos participantes, será utilizada uma técnica metodológica, de amostragem não probabilística, nomeada de Snowball. Como instrumentos para produção de dados nessa etapa, utilizaremosa técnica de entrevista grupal. Tais entrevistas serão analisadas, com base no processo de análise das práticas discursivas, por meio das técnicas: Mapas de Associação de Ideias e as Linhas Narrativas. 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2231563 - ANA KALLINY DE SOUSA SEVERO
Externo à Instituição - JOAO PAULO PEREIRA BARROS - UFC
Presidente - 1774313 - JOAO PAULO SALES MACEDO
Notícia cadastrada em: 07/12/2017 11:14
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 26/09/2022 01:21