Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GISLY MACEDO DE SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GISLY MACEDO DE SOUSA
DATA: 08/11/2018
HORA: 14:30
LOCAL: Sala de Aula do Mestrado
TÍTULO: Efeitos da neuromodulação nos sintomas e funcionamento social de pacientes com diagnóstico de esquizofrenia
PALAVRAS-CHAVES: Neuromodulação. Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua. Esquizofrenia. Sintomas. Funcionamento Social
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

A esquizofrenia é um transtorno que ocasiona prejuízos na interação social do indivíduo, engloba uma série de sintomas positivos, negativos, e desorganização cognitiva. A estimulação transcraniana
por corrente contínua (ETCC) é uma técnica de neuromodulação não invasiva, com capacidade de estimular ou inibir áreas cerebrais e apresenta ser uma técnica promissora como coadjuvante para o tratamento da esquizofrenia. Neste sentido, o objetivo deste estudo é analisar os efeitos da ETCC sobre os sintomas positivos, negativos e funcionamento social de pacientes com diagnóstico de esquizofrenia. Trata-se de um ensaio clínico, aleatório, placebo-controlado, triplo cego, de medidas repetidas. Estima-se o recrutamento de 30 indivíduos, do Centro de Atenção Psicossociais da Planície Litorânea do Piauí, com diagnóstico Esquizofrenia, conforme critérios de inclusão e exclusão. Os participantes serão divididos randomicamente em dois grupos: Grupo Experimental, que receberá estimulação ativa e o Grupo Controle /Sham, que receberá estimulação placebo. As avaliações antes e após a intervenção serão realizadas no Laboratório de Neurociência e Psicologia Social, e intervenções de ETCC aplicadas nas residências dos sujeitos. Para a realização da pesquisa serão utilizados: Questionário Sociodemográfico, Escala para Avaliação da Síndrome Positiva e Negativa, Escala de Avaliação da Cognição em Esquizofrenia – Versão Brasileira (SCoRS-Br), o Neuroestimulador TCT-Research e Questionário de Eventos Adversos ETCC. O protocolo terá duração de 7 semanas para cada participante. Na primeira semana, ocorrerá a aplicação das escalas por um pesquisador previamente treinado. A intervenção com a ETCC acontecerá de forma individual na segunda semana, durante cinco dias consecutivos, de segunda a sexta, duas sessões por dia, com duração de 20 minutos, com intervalo de 3 horas entre sessões, totalizando 10 sessões. O protocolo envolve estimulação do Córtex Pré-frontal Dorso Lateral Esquerdo na região F3 do Sistema Internacional 10/20 para eletroencefalograma, e inibição do Córtex Temporoparietal Esquerdo, na região entre P3 e T3, por meio de eletrodos medindo 5x7 cm (35cm²), envoltos por esponjas umedecidas em solução salina (NaCl 0,9%), com corrente de 2mA. A estimulação Sham é garantida pelo aparelho e será montada de forma idêntica a garantir o cegamento. A terceira semana contemplará a reavaliação, com aplicação de todas as escalas na mesma ordem de antes da intervenção, bem como será aplicado o Questionário de Efeitos Adversos. Um mês após a última
estimulação realizar-se-á o protocolo de follow-up, onde serão reaplicados os testes. Todos os dados serão analisados segundo a intenção de tratar, com auxílio do software SPSS versão 25 para realizar estatísticas descritivas com o intuito de caracterizar a amostra, e inferenciais para comparação de grupos. A pesquisa possui anuência das instituições envolvidas e respeitará os aspectos éticos, conforme a Resolução n ° 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde, foi submetida e aguarda autorização da Comissão de Ética e Pesquisa para início da coleta de dados. Espera-se que hajam efeitos positivos da ETCC na esquizofrenia, principalmente no funcionamento social e espera-se com este resultado fornecer subsídios para a execução de um protocolo eficaz no tratamento da esquizofrenia, e assim, melhorar a qualidade de vida dos pacientes e familiares que convivem com este transtorno.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1816247 - PALOMA CAVALCANTE BEZERRA DE MEDEIROS
Interno - 1398721 - ANA RAQUEL DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 027.888.154-84 - JORGE ARTUR PEÇANHA DE MIRANDA COELHO - UFAL
Notícia cadastrada em: 06/11/2018 11:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 26/09/2022 00:19