Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSIANE ALVES MORAES RABELLO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSIANE ALVES MORAES RABELLO
DATA: 09/11/2018
HORA: 10:30
LOCAL: Sala de Aula do Mestrado
TÍTULO: Aspectos ergonômicos do cotidiano de trabalho nas atividades dos Auxiliares de Serviços Gerais - ASG em uma organização de limpeza urbana
PALAVRAS-CHAVES: Ergonomia Francesa, Trabalho, Auxiliar de Serviço Geral.
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

O trabalho ocupa um lugar significante na vida do ser humano e na sociedade como um todo, apesar de ter sido assinalado de diversas formas desde a antiguidade, continua sendo algo vital para a constituição humana, cooperando para a sobrevivência. O serviço de limpeza é de grande importância e como cada função desempenhada na sociedade contribui para a melhoria e organização da vida em coletividade e nas organizações de trabalho. A evolução do contexto ocupacional proporcionou mudanças no cenário econômico, político, cultural, que desencadearam transformações na concepção de trabalho, bem como na sua relação com o trabalhador. Neste panorama de transformações surge a Ergonomia propondo novas adequações do trabalho ao ser humano e pode ser reconhecida em duas vertentes distintas. O primeiro modelo clássico que postula a adaptação do homem à máquina e teve sua origem na Inglaterra em 1947. O segundo paradigma, enraizado, sobretudo, nos países francófonos, tem sua origem na França, em meados dos anos de 1950 e enfatiza a atividade humana contextualizada, de forma a adaptar o trabalho ao homem. Apesar de suas diferenças terminam por se complementarem. A partir desta dinâmica pontuada, o presente estudo objetiva analisar os aspectos ergonômicos na atividade dos trabalhadores Auxiliares de Serviços Gerais- ASG em uma organização de Limpeza Pública, se justifica dada a importância de estudar as relações entre o homem e seu ambiente laboral, visando propor alternativas para adequar o trabalho às peculiaridades de cada trabalhador e não somente aos aspectos técnicos da atividade, contribuindo na melhoria das condições de trabalho ou mitigando
possíveis problemas identificados na atividade de trabalho do profissional ASG. A pesquisa almeja contar com 45 dos 90 profissionais que lidam especificamente de capina e varrição em uma Instituição de prestação de serviços de limpeza urbana na cidade de Parnaíba-PI. Para isto o instrumento da pesquisa consistirá na observação sistemática do trabalho desses profissionais, um roteiro de entrevista semiestruturado e um questionário sócio demográfico, ancorados na Ergonomia de origem francófona. Serão coletados dados sobre a população investigada e dados relativos ao trabalho executado por esses trabalhadores. Os dados colhidos nos diários de campo das observações sistemáticas serão analisados por meio da Técnica da Análise de Conteúdo proposta por Bardin (2011) e para a análise dos dados encontrados nas entrevistas e questionário sócio demográfico será utilizado o Software IRAMUTEQ. Espera-se com os resultados deste estudo identificar as reais condições de trabalho destes profissionais e contribuir com a prevenção de riscos ergonômicos e melhoria da atividade laboral destes trabalhadores.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2441003 - RAQUEL PEREIRA BELO
Interno - 1859186 - FAUSTON NEGREIROS
Externo ao Programa - 027.888.154-84 - JORGE ARTUR PEÇANHA DE MIRANDA COELHO - UFAL
Notícia cadastrada em: 06/11/2018 11:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 28/09/2022 06:38