Notícias

Banca de DEFESA: SINARA FONSECA FÉLIX DE ARAÚJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SINARA FONSECA FÉLIX DE ARAÚJO
DATA: 21/12/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de reunião da diretoria
TÍTULO: Escala de pressão econômica: elaboração e validação de uma medida
PALAVRAS-CHAVES: Pressão econômica; Estresse financeiro; Crise econômica; Medida
PÁGINAS: 131
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

A presente dissertação teve por objetivo realizar a elaboração da Escala de
Pressão Econômica (EPE), bem como verificar as evidências de validade
baseadas no conteúdo e na estrutura interna. Pesquisadores da temática propõem
que a pressão econômica provoca estresse emocional nos membros da família,
levando ao impacto no bem-estar individual e na dinâmica familiar, e consideram
que essa pressão econômica envolve três dimensões teóricas, a saber: perda de
renda, trabalho instável, e alta carga de endividamento, que diz respeito à
incapacidade de pagar as contas, a suprir as necessidades básicas e a evitar cortes
nos gastos. Para tanto, foram realizados três estudos empíricos em formato de
artigo. O Estudo I objetivou a realização de uma revisão sistemática da literatura
sobre medidas referentes à mensuração da pressão econômica ou crise financeira.
A partir das etapas de seleção, análise e sintetização dos estudos, 10 foram
relevantes para ser avaliados. O Estudo II diz respeito ao processo de elaboração
e busca de evidências de validade psicométrica da EPE. A etapa de elaboração
dos itens teve por base os indicadores de pressão econômica propostos por
Conger e Elder, o qual foram elaborados itens para as três dimensões teóricas.
Em seguida realizou-se a validade de conteúdo com a avaliação de oito juízes,
que julgaram os itens em três aspectos: adequação, relevância e clareza. O
Coeficiente de Validade de Conteúdo foi utilizado para avaliar os itens a partir
dos escores dos juízes. Dentre os 33 itens, oito não se mantiveram acima do
critério de 0,80, sendo excluídos e a escala ficou composta por 25 itens.
Posteriormente procurou-se obter evidências de validade de construto por meio
de uma Análise Fatorial Exploratória. Nesta etapa participaram 369 pessoas
casadas (M=36,5; DP = 9,24) que responderam à EPE, o Questionário de manejo
do dinheiro no casal e as informações sociodemográficas de forma presencial e
via internet. Foi empregado o programa SPSS (versão 22), com a utilização de
estatísticas descritivas a fim de caracterizar os participantes. Para a análise
exploratória utilizou-se o Factor 10.9.02, empregando-se rotação Promim, a
análise paralela para reter os fatores, e o método de extração Unweighted Least
Squares (ULS). A Análise Fatorial Exploratória (AFE) indicou uma solução de
dois fatores, com os respectivos índices de ajuste: χ²(251)=230,9, p < 0,01), CFI
= 0,98, TLI=0,97 e RMSEA = 0,05, fair = 0,99 (IC 90% = 0,047 - 0,051). Após a
exclusão de três itens a escala ficou composta por 22 itens, onde o primeiro fator
explicou 40,6% da variância total (α= 0,92). No Estudo III, que visou verificar
evidências de validade convergente para a EPE com a DASS-21 (escala de
depressão, ansiedade e estresse) e a Escala O´Leary- Porter (conflito conjugal).
Fizeram parte da pesquisa 240 homens e mulheres com média de idade de 36,4 anos (DP=8,9), a maioria do sexo masculino (53,3%). Os resultados
demonstraram índices satisfatórios de correlação significativa e positiva entre
dimensões das escalas, apresentando correlações de intensidade fracas e
moderadas, mas que representam uma direção teórica coerente. Os
resultados demonstram que a EPE apresenta propriedades psicométricas
adequadas, sugerindo ser uma medida útil para a avaliação das dificuldades
financeiras nas famílias, bem como a relação com outros construtos quanto aos
quesitos da validade convergente.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2730053 - EMERSON DIÓGENES DE MEDEIROS
Presidente - 1867530 - SANDRA ELISA DE ASSIS FREIRE
Externo à Instituição - VALDINEY VELOSO GOUVEIA - UFPB
Notícia cadastrada em: 09/12/2019 08:20
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 21:46