Notícias

Banca de DEFESA: KELLEM DIAS DE SOUSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KELLEM DIAS DE SOUSA
DATA: 13/01/2020
HORA: 10:30
LOCAL: Sala 735
TÍTULO: Os sentidos atribuídos à morte pelos headbangers de Parnaíba-PI
PALAVRAS-CHAVES: Morte; Headbanger; Heavy metal; Metalhead; Fenomenologia
PÁGINAS: 220
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

Esta pesquisa pretendeu compreender os sentidos atribuídos à morte pelos headbangers de Parnaíba-Piauí. Para tal percorremos três caminhos: 1)Discutimos sobre os modos contemporâneos de lidar com a morte; 2)Investigamos como a temática morte é apresentada no heavy metal; 3)Realizamos entrevistas fenomenológicas e observação participante. Para sua produção adotamos o método fenomenológico crítico (ou mundano). Os participantes deste estudo foram 09 headbangers, do sexo masculino, de idade entre 20 e 27 anos. A observação participante decorreu em 06 shows de heavy metal ocorridos na cidade de Parnaíba-PI. O conceito de morte apresentado pelos colaboradores convergiu para a noção de último estágio da vida. Entretanto, a concordância na definição não se estendeu a outros aspectos, pois logo, esteve conectada ao pós-morte e assim abriu para diferentes compreensões. Os entrevistados relataram preparar a si e a outros sobre a morte, alertas sobre a impossibilidade de realizar-se assumiram o projeto de aproveitar a vida por entender sua finitude, assim, retomando o carpe diem originário. A morte foi apresentada como dolorosa por demarcar uma ruptura com o mundo do outro e as estratégias utilizadas para enfrentá-la foram: o heavy metal, lembrar de momentos agradáveis e a espiritualidade. Os participantes apresentaram a morte como o difícil de ser falado devido às perdas eafirmaram a importância do diálogo sobre o tema. No heavy metal, a morte encontrou um território para expressão. Desta forma, o metal proporcionou conhecimento, modos de compreender a morte e diálogo entre headbangers. Os símbolos que o metal comporta são desconhecidos e causam ojeriza entre os não fãs. Por fim, é possível destacar que as compreensões acerca da morte e os modos de ser headbanger encontrados nesta pesquisa foram plurais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2140896 - LANA VERAS DE CARVALHO
Interno - 2231565 - ANTONIO VLADIMIR FELIX DA SILVA
Externo à Instituição - ANNA KARYNNE DA SILVA MELO - UNIFOR
Notícia cadastrada em: 10/01/2020 14:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 19:45