Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSÉ LUCAS SOARES DE ARAÚJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSÉ LUCAS SOARES DE ARAÚJO
DATA: 23/03/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Plataforma digital - Google Meet
TÍTULO: Os que clinicam como os cães: Judicialização “psi” e produção de subjetividade na aporia biopolítica
PALAVRAS-CHAVES: Clínica psicológica; Biopolítica; Estado de exceção
PÁGINAS: 18
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

INTRODUÇÃO: As discussões sobre a inserção e a legitimação da psicologia nos serviços de saúde ganharam várias tonalidades durante as últimas décadas. Enquanto campo de teorias e práticas, a psicologia contribui significativamente na tessitura das formas de organização do cuidado. Entretanto, ela só se torna conhecida devido à cooptação das camadas médias pela elite e o grande investimento do projeto liberal no setor da educação em todos os seus níveis, concomitante ao manejo do status quo desta classe no período da ditadura civil-militar. Logo, inflou-se no imaginário social a figura da profissão que corresponderia à modalidade liberal, ou seja, o atendimento psicoterápico individual nos moldes da atividade clínica exercida em consultórios privados. Através do dispositivo dessa clínica, tal disciplina se populariza junto a figura do “psi” que se soma ao quadro de demandas terapêuticas da ordem, sofrendo várias transformações ao longo do tempo na dimensão teórica e prática, sobretudo em seu público-alvo e as condições de sua efetivação. Atribuem-se tais mudanças à entrada dos psicólogos no campo da saúde pública suscitada pela construção de outras plataformas de atuação que pautariam uma concepção de saúde que abarcaria as dimensões sociais, políticas e culturais. Este modo de se conceber as relações de trabalho com o compromisso de construção de uma sociedade “mais justa” nos indagam sobre as condições de engendramento desses projetos ético-políticos durante os processos de adesão da comunidade “psi”, aos aparelhos públicos, sobretudo os que dizem respeito ao setor saúde. OBJETIVOS: Objetivo geral: compreender a aproximação da psicologia como campo de atuação profissional no setor saúde e o seu processo de judicialização, assim como as suas implicações nos processos de subjetivação.  Objetivo específicos: a) reconhecer aspectos jurídico-políticos de regulamentação da profissão e construção de plataformas de atuação psi na saúde pública b) analisar os discursos de psicólogos acerca das suas concepções sobre a saúde e a clínica c) produzir uma discussão sobre a relação do conceito de saúde com a formação de perspectivas normativas d) descrever processos de subjetivação produzidos pelo dispositivo clínico na sua aproximação com o campo jurídico-político, suas formas de singularização. METODOLOGIA: Analisaremos os processos de enunciação da clínica “psi” a partir dos agenciamentos que se formam no trabalho de psicólogos(as), conectando-se com os acontecimentos históricos e políticos que marcaram o seu processo de consolidação. Nos apoiaremos em conceitos como: Biopolítica, Regras de Vida, Normais Vitais, Violência Mítica, Violência Divina, Mal-estar, Vergonha dentre outros para uma análise das práticas de subjetivação e dessubjetivação, as quais permitem problematizar os efeitos da relação entre Psicologia e Estado de Exceção. Logo, propomos uma triangulação metodológica entre Arqueogenealogia, Análise do Discurso e Revisão Narrativa. RESULTADOS: Na condição de herdeira das contradições da psicologia, a clínica psi agrega em seu trabalho todas as consequências de sua aproximação com as bases jurídico-normativas, as mesmas bases que por vezes servem como plataforma para o disciplinamento do corpo, para o controle sobre a vida e que contribuem no engendramento de um sujeito portador de propriedades, individualizado, jurídico, ou seja, submetido ao poder soberano.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2231565 - ANTONIO VLADIMIR FELIX DA SILVA
Interno - 1774313 - JOAO PAULO SALES MACEDO
Externo à Instituição - PABLO SEVERIANO BENEVIDES - UFC
Notícia cadastrada em: 21/03/2021 18:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 26/09/2022 01:01