Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: SILMARIA BANDEIRA DO NASCIMENTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SILMARIA BANDEIRA DO NASCIMENTO
DATA: 07/12/2021
HORA: 10:00
LOCAL: google meet (remoto)
TÍTULO: Equipes de trabalho e satisfação: Um estudo sobre equipes de trabalho multiprofissional na saúde em tempos de pandemia
PALAVRAS-CHAVES: trabalho; profissionais de saúde; equipes de trabalho; pandemia; satisfação
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

Introdução:O estudo sobre equipes de trabalho em contexto organizacionais é marcado por transformações e características peculiares percebida por estudiosos da área como um avanço importante. Isso é evidenciado através de pesquisas científicas que buscam compreender processos de trabalho, efetividade, compromisso e satisfação.Neste cenário, existem diferentes conceitos de equipe para se referir a um conjunto ou grupo de pessoas que se juntam para desempenhar uma mesma tarefa ou trabalho. Perante o contexto da pandemia Covid-19, muitas equipes tiveram seus processos de trabalho modificados devido situações de emergência, pois no dia 11 de março de 2020 a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto causado pelo coronavírus (SARS-CoV-2) uma pandemia global.Diante dessa realidade, esse estudo utilizará o embasamento teórico e metodológico da psicossociologia do trabalho para analisar o contexto social dos participantes a fim de atingir os objetivos proposto nesta pesquisa. Partindo desse pressuposto, o presente estudo estará estruturado em dois momentos: uma parte composta pelo referencial teórico, e uma parte da pesquisa empírica com objetivos e método. No primeiro capítulo do referencial teórico será apresentado um breve histórico sobre o trabalho e seus significados bem como uma descrição sobre a psicologia no mundo do trabalho; no segundo capítulo será abordado o tema sobre satisfação no trabalho em saúde; no terceiro capítulo será explanado sobre equipes de trabalho no contexto da saúde e tipos de equipes; por último, será apresentado uma contextualização histórica da categoria profissional dos trabalhadores de saúde e as principais contribuições teóricas e práticas que os fundamentam. Fundamentação teórica:O trabalho está presente na humanidade desde a pré-história quando o homem passou a utilizar instrumentos modificados por ele, como maneira de melhorar a qualidade de vida para adaptar-se às dificuldades que a natureza impunha (Vasconcelos & Faria, 2008). Na atualidade,a concepção de equipe está atrelada ao processo de trabalho e às transformações que o mesmo tem sofrido ao longo dos anos. Ao falar de equipes de trabalho, a partir de uma 52 concepção de contínua transformação vivenciadanoambiente de trabalho através da interação entre pessoas, é importante descrever o que se entende por grupo, a fim de conhecer como as equipes de trabalho estão ligadas ao conceito de grupo. Deste modo, é possível observar que em diversos momentos históricos o conceito de grupo pode ser encontrado e apresenta seu foco na relação humana, a exemplo da concepção que o define como uma formação compostapor duas ou mais pessoas que interagem por um tempo considerado longo a fim de alcançar determinados objetivos; portanto,por este conceito, entende-se que sem a interação de seus componentes, seria quase que impossível atingir os objetivos (Senett, 1997). Em outra forma de definição, o grupo pode ser caracterizado como um conjunto de pessoas que se constituirá estreitamente enquanto grupo quanto menor for o número de seus integrantes, quando maior for sua história e interação entre seus membros e quanto mais claro for a perspectiva concreta de futuro compartilhado(Palácios & Albuquerque, 2014). Assim,justifica-sea importância de se falar sobre a estruturagrupal para compreender os conceitos e o funcionamento de equipes de trabalho na saúde, uma vez que,ao falar sobre equipes de trabalhofaz-se referência a uma estrutura composta portrês ou mais pessoas inseridas no ambiente organizacional, construindo relações de reciprocidade e desenvolvendo diversas atividades a fim de chegar um objetivo de trabalho que lhes é comum (Palácios & Albuquerque, 2014).Desse modo, é preciso salientar que a presença ou ausência de satisfação no trabalho é um elemento importante para manter a efetividade das equipes de trabalho e que os tipos de relação na organização podem partir de percepções diferentes. Corroborando com esse aspecto Souza e Palácios (2011) adotam o conceito de satisfação como estado emocional positivo ou de prazer a partir de uma perspectiva multidimensional que abrange dimensões cognitivas e afetiva no sentido de atribuir que a satisfação pode estar voltada para o trabalho em equipe. Objetivos: A presente pesquisa tem como objetivoconhecer como a satisfação dos trabalhadores da saúde, no contexto da pandemia, tem se expressado na dinâmica das atividades realizadas em equipes multiprofissionais de trabalho; como objetivos específicos almeja-se conhecer as condições de trabalho em que estas equipes estão imersas e o perfil das mesmas, compreender os desafios que afetam sua efetividade;analisar os determinantes da satisfação nas equipes de trabalho;identificaros tipos de equipes e atividades desenvolvidas e verificar os efeitos da interdependência no desempenho de tarefas e resultados dos profissionais de saúde de equipe multiprofissional. Método:Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo descritivaeexploratória. A pesquisa almeja contar com 10 profissionais, com idade igual 53 ou maior de 18 anos de idade sem discriminação de sexo, de diferentes áreas da saúde de duas equipes multiprofissionais – uma equipe em cada instituição pública da cidade de Parnaíba com amostra não probabilística e por conveniência. Entre os profissionais recrutados participarão do estudo: médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos e assistentes sociais, todos os profissionais serão da mesma equipe.Serão utilizados como instrumentos de pesquisa o Teste deAssociação Livre de Palavras –TALP e um roteiro deentrevista semiestruturado com questões que solicitem aosprofissionais relatar suas condições de trabalho e dinâmica laboral durante a pandemia, bem como a possível interferência destas condições na satisfação no trabalho. Além disto, para caracterização do perfil dos participantes será elaborado um questionário sociodemográfico, a fim de levantar informações desta natureza.Será feito o contato com os participantespor meios eletrônicos, como telefone, redes sociais ou e-mails, após a autorização institucional e todosserão convidados a assinar o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), caso aceitem participar da pesquisa; a mesma será realizada via googlemeet conforme a disponibilidade do profissional. O estudo seguirá as normas e procedimentos éticos de acordo com as Resoluções 466/12 e 510/16 e será submetida ao Comitê de Ética em Pesquisa-CEP da Universidade Federal do Delta do ParnaíbaUFDPar.Os dados obtidos com o TALP e a entrevista serão analisados por meio da técnica da Análise de Conteúdo proposta por Bardin (2016). Resultados ou encaminhamento: Espera-se, que através do TALP e do roteiro de entrevista seja possível atingir os objetivos propostos, e que por meio dos mesmos seja possívelcontribuir com o desenvolvimento de outras pesquisas sobre a referida temática a fim deoferecer subsídios para o desenvolvimento de políticas e práticas commelhores condições de trabalho para osprofissionais que exercem suas atividades em equipes de trabalho


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1402780 - GUILHERME AUGUSTO SOUZA PRADO
Externo à Instituição - MARINA PEREIRA GONCALVES - UNIVASF
Presidente - 2441003 - RAQUEL PEREIRA BELO
Notícia cadastrada em: 06/12/2021 09:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 21:14