Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LORENA MOTA REIS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LORENA MOTA REIS
DATA: 25/02/2022
HORA: 08:30
LOCAL: Google meet (remoto)
TÍTULO: Propriedades psicométricas da versão brasileira das escalas de medo e ansiedade frente à Covid-19.
PALAVRAS-CHAVES: Medo; Ansiedade; Covid-19; Testes psicológicos.
PÁGINAS: 116
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

A presente pesquisa objetivou reunir evidências psicométricas para o contexto brasileiro das medidas: Fear of COVID-19Scale (FCV-19S) e a Coronavirus Anxiety Scale (CAS). Para alcançar esse objetivo, esse trabalho compõe-se de três artigos. O Artigo 1 trata-se de uma revisão sistemática que investigou os instrumentos em formato de escala e questionários utilizados como medida para entender sobre o funcionamento dos construtos psicológicos durante a pandemia. Evidências sugerem que os instrumentos psicométricos que têm sido desenvolvidos visam os impactos psicológicos que a pandemia da Covid-19 tem suscitado como: medo, comportamento obsessivo, ansiedade, estresse, crenças e fobias. O Artigo 2 objetivou adaptar a medida FCV-19S para o contexto brasileiro. Foram realizados dois estudos. No Estudo 1 (N = 230) avaliamos a estrutura fatorial da medida por meio da análise fatorial exploratória, e os parâmetros dos itens usando o item teoria da resposta. No Estudo 2 (N = 302), avaliamos se a estrutura se replicaria em uma amostra independente e por meio de análise fatorial confirmatória, além de avaliar a validade convergente usando Modelagem de Equações Estruturais e propor uma versão da medida. As versões longa e curta apresentaram uma estrutura unidimensional confiável e padrões semelhantes de correlações com depressão, ansiedade e estresse. Por último, o Artigo 3 adaptou para o contexto brasileiro a Coronavirus Anxiety Scale (CAS). Dois estudos foram realizados, no Estudo 1 (N= 210) foi avaliada a estrutura interna além dos itens usando a Teoria de Resposta ao Item (GRM). O Estudo 2 (N=302) avaliou o ajuste do modelo unidimensional, além de reunir evidências de validade convergente com varáveis externas (depressão, ansiedade e estresse). Por fim, os resultados mostraram que a CAS é uma ferramenta de triagem adequada para avaliar a ansiedade disfuncional relacionada ao coronavírus.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2730053 - EMERSON DIÓGENES DE MEDEIROS
Interno - 2441003 - RAQUEL PEREIRA BELO
Externo ao Programa - 053.295.763-69 - RICARDO NEVES COUTO - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 14/02/2022 14:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 26/09/2022 00:44