Últimas Notícias
Banca de DEFESA: MATHEUS DE MORAES CUNHA GONÇALVES
Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MATHEUS DE MORAES CUNHA GONÇALVES
DATA: 22/04/2019
HORA: 07:30
LOCAL: Auditório do Núcleo de Pós-Graduação em Ciências Agrárias
TÍTULO: Potencial fitotóxico, citotóxico, genotóxico e mutagênico do lodo de curtume compostado
PALAVRAS-CHAVES: Compostagem, germinação de sementes, aberrações cromossômicas, allium cepa.
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Genética
SUBÁREA: Genética Vegetal
RESUMO:

O processo de refinamento do couro é responsável por gerar uma grande quantidade de efluentes, estes contendo em sua composição elevados teores de matéria orgânica e diversos componentes químicos com potencial tóxico. Portanto o descarte desse material no ambiente pode apresentar um risco de poluição ambiental. Entretanto, por apresentar conteúdo rico em matéria orgânica, o lodo de curtume pode ser um material interessante para o uso agrícola, após sua detoxificação. A compostagem tem sido indicada como um método eficiente para tratamento de resíduos. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o potencial tóxico do lodo de curtume compostado por meio de análise química e de bioensaios de germinação de sementes e crescimento radicular em Lactuca sativa, e aberrações cromossômicas em Allium cepa. Foram avaliados os potenciais fitotóxicos, citotóxicos, genotóxicos e mutagênicos do lodo de curtume não compostado e de três períodos de compostagem (15, 45 e 90 dias) de suas amostras sólidas e dos extratos aquosos (solubilizado). Para a análise foi realizado os bioensaios de germinação de sementes e crescimento radicar com L. sativa e o teste de aberrações cromossômicas com Allium cepa. Os resultados da análise química mostraram que o lodo de curtume compostado apresentou quantidade de cromo acima do permitido pela legislação ambiental. O bioensaio com L. sativa, para as amostras sólidas, mostraram que o lodo não compostado afetou a germinação e o crescimento das raízes desse organismo, já o lodo compostado afetou apenas o crescimento radicular. Com relação a germinação e crescimento das sementes de alface nos extratos aquosos, foi observado efeitos significativos no crescimento de raiz apenas para o lodo de curtume não compostado. No bioensaio de aberrações cromossômicas com A. cepa, foram observados efeitos citotóxicos, genotóxicos e mutagênicos no lodo não compostado e em todos períodos de compostagem, tanto nas amostras sólidas, quanto no solubilizado. Dessa forma, os resultados mostraram que a compostagem empregada para o lodo de curtume, não foi eficiente no processo de detoxificação do material. Portanto, o lodo de curtume compostado nesse estudo, não é recomendado para o uso agrícola, podendo apresentar riscos para contaminação do solo e de recursos hídricos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1342714 - ANGELA CELIS DE ALMEIDA LOPES
Interno - 2476126 - ADEMIR SERGIO FERREIRA DE ARAUJO
Interno - 2246508 - LIDIANE DE LIMA FEITOZA
Interno - 423361 - REGINA LUCIA FERREIRA GOMES
Interno - 930.516.623-72 - VERÔNICA BRITO DA SILVA - UENF
Externo à Instituição - PEDRO MARCOS DE ALMEIDA - UESPI

Cadastrada em: 15/04/2019
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
  • 21/02/2019 - 22/02/2019 · Matrícula para o período 2019.1.
  • 07/03/2019 · Início do período letivo 2019.1.
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb02.ufpi.br.instancia1 19/04/2019 21:43