Notícias

Banca de DEFESA: ANA MARIA BARRADAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA MARIA BARRADAS
DATA: 12/08/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Nutrição
TÍTULO:

CARACTERÍSTICAS NUTRITIVAS E FUNCIONAIS DE FRUTAS CULTIVADAS NO SISTEMA CONVENCIONAL E ORGÂNICO.


PALAVRAS-CHAVES:

Alimentos orgânicos, compostos bioativos, atividade antioxidante


PÁGINAS: 71
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
RESUMO:

A qualidade das frutas pode ser facilmente influenciada pelo local onde são produzidas, pelos tratos culturais e pelo tipo de manejo. As características nutritivas e funcionais podem ser alteradas de acordo com as condições edafoclimáticas, influenciando na composição química, especialmente na produção de ácidos, açúcares e compostos fenólicos. Objetivou-se avaliar as características nutritivas e funcionais de frutas produzidas em sistemas de cultivo convencional o orgânico. As frutas em estudo foram banana (Musa AAB), mamão (Carica PapayaL.) e maçã (Malus domestica Bork) adquiridos no comércio varejista de Teresina. Determinou-se pH, AAT (acidez total titulável) e SST (°Brix), composição centesimal, teores de compostos fenólicos totais, antocianinas, flavonoides, carotenoides totais e atividade antioxidante. Para análise dos dados, foi criado um banco no Programa Statistical Package for the Social Sciences- SPSS e foi aplicado o teste t de Student. O nível de significância adotado foi de 5 % (p ≤ 0,05) para todos os testes. Em relação à (ATT)a banana orgânica apresentou uma maior porcentagem (0,611 ± 7,40%) e o maior pH foi verificado na convencional (4,48 ± 0,13). A banana convencional também apresentou maior teor de proteínas (1,46 ± 0,01%). O teor de compostos fenólicos foi superior para banana e maçã (com e sem casca) cultivados sob o sistema orgânico (45,80 ± 2,55; 45,29 ± 2,45 e 32,12 ± 0,00 mg GAE/100g, respectivamente). O teor de flavonoides totais foi maior para os frutos cultivados sob o sistema orgânico para o mamão e maçã (com e sem casca) (38,50 ± 3,56; 41,78 ± 1,18; 29,71 ± 3,55 mg/100g, respectivamente). A concentração de antocianinas verificada na banana orgânica foi de 0,000461 ± 0,0001 mg/100g. Quantidade superior à banana convencional (0,000259 ± 0,0002 mg/100g). O teor de taninos na banana orgânica foi significativamente menor (p ≤ 0,05) ao da banana convencional. Em relação aos carotenoides totais, constatou-se um aumento significativo (p ≤ 0,05) nos teores no mamão (1116,99 mg/ kg), e maçã com casca (384,48 mg/kg) e sem casca (166,05 mg/kg), cultivados no sistema orgânico. O mamão produzido no sistema orgânico apresentou maiores teores de licopeno (100,0 ± 0,00 μg/ 100mL), com diferença estatisticamente significativa Em relação ao β-caroteno também foi observada quantidades elevadas do referido composto para o mamão e maçã (sem casca) cultivados organicamente. Todos frutos orgânicos em análise apresentaram atividade antioxidante superior em relação ao convencional. Concluiu-se que existe diferença em relação à qualidade nutritiva e funcional do frutos orgânicos e convencionais, apontando para um maior conteúdo, principalmente no que se refere aos compostos bioativos e atividade antioxidante, em frutos cultivados sob o sistema orgânico.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - JOSE ALFREDO GOMES AREAS - USP
Presidente - 1167746 - REGILDA SARAIVA DOS REIS MOREIRA ARAUJO
Interno - 927.639.283-15 - ROBSON ALVES DA SILVA - IFPI
Notícia cadastrada em: 09/08/2016 15:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 04/06/2020 15:31