Notícias

Banca de DEFESA: LIEJY AGNES DOS SANTOS RAPOSO LANDIM

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LIEJY AGNES DOS SANTOS RAPOSO LANDIM
DATA: 21/10/2013
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório Profa. Francisca Elima Cavalcante Luz
TÍTULO:

Utilização de biscoito à base de feijão-caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp) biofortificado, em pré-escolares para controle da anemia ferropriva.


PALAVRAS-CHAVES:

intervenção nutricional; anemia; criança.


PÁGINAS: 93
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
RESUMO:

    O presente foi realizado com  o objetivo de avaliar o impacto da ingestão de biscoitos à base de farinha de feijão-caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp) variedade BRS-Xiquexique, biofortificado com ferro (Fe) e zinco (Zn), por pré-escolares para controle da anemia ferropriva. O universo consistiu de 262 crianças pré-escolares, matriculadas nos Centros Municipais de Ensino Infantil - CMEI’s da rede pública de ensino de Teresina, na faixa etária de 2 a 5 anos de idade. Foram coletados os dados socioeconômicos e dados sobre a criança, com registro em ficha própria, como também, o consumo alimentar da criança no domicílio, por meio da aplicação do Questionário de Frequência de Consumo Alimentar (QFCA). As crianças foram divididas em dois grupos: grupo controle (G1) que recebeu o biscoito a base de farinha de trigo (BFT), e grupo intervenção (G2) que recebeu o biscoito a base de farinha de feijão-caupi biofortificado (BFFCb) da cultivar BRS-Xiquexique. Foram realizados a coleta de dados antropométricos, colheita de sangue das crianças, diagnóstico de anemia e a ingestão de alimentos nos CMEI’s. Para intervenção, foi produzido biscoitos para os dois grupos (G1 e G2), sendo administrados um pacote de 30g, 3 vezes por semana, por um período de 60 dias e realizado a segunda colheita sanguínea, para determinação do efeito do biscoito sobre o incremento da hemoglobina ou controle da anemia ferropriva e também pesagem dos pacotes dos biscoitos após o oferecimento as crianças para determinação da aceitação. Os resultados demonstraram uma boa aceitação do BFFCb pelas crianças (94,3%). Em relação a anemia, antes da intervenção com o biscoito a prevalência de anemia entre os participantes era de 11,5% (n= 30), sendo que 18 (12,2%) eram do G2 e 12 do G1 (10,4%). Após a intervenção houve redução na prevalência de anemia para 4,2% (n = 11), sendo que 02 (1,4%) eram do G2 e 09 (7,8%) do G1. Constatou-se a eficácia do BFFCb como complemento alimentar no controle da anemia ferropriva.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1642393 - KAROLINE DE MACEDO GONCALVES FROTA
Externo à Instituição - LUÍS CARLOS NACUL - LSHTM
Interno - 300.580.403-82 - MAURISRAEL DE MOURA ROCHA - EMBRAPA
Presidente - 1167746 - REGILDA SARAIVA DOS REIS MOREIRA ARAUJO
Notícia cadastrada em: 07/10/2013 18:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 14/08/2020 16:49