Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: RODRIGO BARBOSA MONTEIRO CAVALCANTE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RODRIGO BARBOSA MONTEIRO CAVALCANTE
DATA: 16/03/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Auditírio Profa. Francisca Elima Cavalcante Luz
TÍTULO:

EFEITO DO PROCESSAMENTO TÉRMICO NO CONTEÚDO DE COMPOSTOS ANTIOXIDANTES EM CULTIVARES DE FEIJÃO-CAUPI (Vigna unguiculata (L.) Walp).


PALAVRAS-CHAVES:

Feijão-de-corda, cocção, compostos bioativos, antioxidantes


PÁGINAS: 81
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
RESUMO:

Objetivou-se verificar o efeito da cocção no conteúdo de compostos antioxidantes em cultivares de feijão-caupi (BRS Marataoã, BR 17 Gurguéia, BRS Itaim, BRS Cauamé e BRS Guariba). Os feijões foram cozidos sem maceração (1:5 p/v) em panela de pressão por 13 minutos. Determinou-se a composição centesimal, valor energético, compostos bioativos (polifenóis totais, flavonóides, antocianinas e taninos condensados) e a capacidade antioxidante. As análises foram realizadas em triplicata em três diferentes lotes e os resultados expressos como média + desvio padrão. Na análise estatística foi utilizado o teste t de Student para verificar diferença entre a média dos feijões crus e cozidos. Por meio do método de One Way ANOVA: Post Hoc aplicou-se o teste de médias de Tukey ao nível de 5% para as demais variáveis. Em relação à composição centesimal, a única diferença significativa (p > 0,05) foi no teor de umidade com valores de 10,69 a 11,37% nos grãos crus e 63,32 a 75,43% nos grãos cozidos. Apenas a cultivar BRS Marataoã apresentou discreta redução (1,24%) no valor energético. Na quantificação dos polifenóis totais, observou-se um decréscimo nos grãos cozidos com significativa retenção no caldo. A cultivar BRS Marataoã destacou-se com os maiores teores de polifenóis totais e flavonóides totais nos grãos crus, cozidos e caldo. Observou-se nas cultivares uma diminuição nos teores de taninos condensados e antocianinas totais, apresentando os grãos crus os maiores teores, com destaque para a BRS Itaim. A capacidade antioxidante foi diferente para os grãos crus, cozidos e caldo, sendo os melhores resultados nas amostras sem tratamento, com destaque para a BRS Marataoã e BR 17 Gurguéia. Concluiu-se que o cozimento influenciou a concentração dos compostos bioativos e a atividade antioxidante dos grãos, recomendando-se o consumo do feijão-caupi com o caldo de cocção para maior retenção dos compostos antioxidantes.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DEBORAH HELENA MARKOWICZ BASTOS - USP
Externo à Instituição - JORGE MINORU HASHIMOTO - EMBRAPA
Interno - 300.580.403-82 - MAURISRAEL DE MOURA ROCHA - EMBRAPA
Presidente - 1167746 - REGILDA SARAIVA DOS REIS MOREIRA ARAUJO
Notícia cadastrada em: 20/02/2015 16:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.instancia1 13/08/2020 03:01