• O sistema entrará em processo de atualização de funcionalidades às 13:45. Pedimos a todos que salvem seus trabalhos para que não haja transtornos.
    Agradecemos a compreensão, em 15 minutos o sistema estará de volta.
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ÉVEN HERLANY PEREIRA ALVES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ÉVEN HERLANY PEREIRA ALVES
DATA: 09/11/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Plataforma virtual Google meet
TÍTULO: AVALIAÇÃO DO POTENCIAL BIOTECNOLÓGICO DA BROMELAÍNA, EXTRAÍDA DO Ananas comosus, NA PERIODONTITE EXPERIMENTAL
PALAVRAS-CHAVES: Anti-inflamatório. Antioxidante. Periodontite. Proteases.
PÁGINAS: 72
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Bioética
RESUMO:

A bromelaína é um concentrado de enzimas proteolíticas encontrada no abacaxi que pode atuar como uma possível abordagem terapêutica à periodontite. Por sua vez, a periodontite tem sido caracterizada como uma doença inflamatória multifatorial crônica, causada pelo acúmulo de microrganismos no periodonto, que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Sendo assim, o objetivo desta pesquisa foi avaliar os efeitos da bromelaína (derivada de Ananas comosus) na periodontite experimental. Na utilizaçãos dos materiais e métodos: Vinte e quatro ratos foram separados em grupos: Controle, Periodontite e Tratamento com bromelaína. No primeiro experimento, a bromelaína foi administrada diariamente por injeção intraperitoneal durante 20 dias e no segundo foi desenvolvido um gel orabase de bromelaína para aplicação diária por 15 dias experimentais. A periodontite foi induzida por ligadura ao redor dos primeiros molares. Parâmetros orais e biomarcadores do sangue foram medidos. Foi realizada a avaliação histopatológica do tecido hepático. O tratamento com bromelaína reduziu significativamente vários parâmetros inflamatórios orais, a perda óssea alveolar e biomarcadores sanguíneos em comparação com os ratos em periodontite. Como resultado tivemos que o tratamento com a bromelaína na periodontite induzida por ligadura em ratos foi capaz de reduzir os parâmetros inflamatórios orais, Índice de Sangramento Gengival (ISG), Mobilidade Dentária (MD), Profundidade de Sondagem (IPS), Altura Óssea Alveolar (AOA) Malondialdeído (MDA) e Mieloperoxidase (MPO) gengival, parâmetros do sangue (Colesterol, Triglicerídeos, Alanina Aminotransferase e Aspartato Aminotransferase) e melhorou o escore de esteatose. Como conclusão, a bromelaína pode atuar como potencial coadjuvante no tratamento não cirúrgico da periodontite e, consequentemente, reduzir o impacto da periodontite, atuando como anti-
inflamatório e antioxidante.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1690196 - ANDRE LUIZ DOS REIS BARBOSA
Externo à Instituição - FELIPE RODOLFO PEREIRA DA SILVA - UFPA
Interno - 1789383 - JEFFERSON SOARES DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 26/10/2022 09:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 19/06/2024 13:45