Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: SARA LÉA FORTES BARBOSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SARA LÉA FORTES BARBOSA
DATA: 07/12/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Curso de Farmácia
TÍTULO: Preparação de comprimidos desenvolvidos a partir de extrato de inflorescências de Mimosa caesalpiniifolia Benth.
PALAVRAS-CHAVES: Mimosa caesalpiniifolia, anti-hipertensivo, fitoterápico, comprimidos.
PÁGINAS: 110
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
SUBÁREA: Análise e Controle de Medicamentos
RESUMO:

A eficácia do uso popular das inflorescências de Mimosa caesalpiniifolia Benth. no tratamento da hipertensão arterial foi comprovado: o chá promove hipotensão e taquicardia, enquanto o extrato etanólico promove hipotensão e bradicardia. Os constituintes Ácido gálico, galato de metila, quercetina, vicenina-2 e rutina foram identificandos no extrato etanólico das inflorescências. Esse estudo objetivou obter o extrato padronizado, realizar ensaios de toxicidade e delinear comprimidos de inflorescências de Mimosa caesalpiniifolia Benth. Após coleta e identificação da espécie, procedeu-se a otimização do método extrativo através do planejamento fatorial 23. Um rendimento de 20,7% sobre a massa de partida (matéria vegetal seca e pulverizada) foi alcançado empregando a mistura de etanol e água na proporção 7:3, usando o banho de ultrassom e renovando o solvente a cada 3 dias ao longo de 9 dias. O excesso do etanol foi removido por rotaevaporação. Uma alíquota do extrato foi liofilizada para se obter o extrato seco. O volume residual foi secado por aspersão usando um adjuvante de secagem. Obteve-se um pó com propriedades de fluxo melhoradas e reservou-se para o delineamento dos comprimidos. O extrato seco foi avaliado quanto às atividades citotóxicas e antioxidantes através do halo de inibição em linhagens de Saccharomyces cerevisiae proficientes e deficientes de enzimas antioxidantes. Os resultados revelaram que o extrato atenuou o efeito oxidativos do controle positivo – H2O2 –sobre o crescimento, apresentando, portanto, atividade antioxidante in vivo. O extrato seco também foi padronizado usando uma curva de ácido gálico (eleita substância marcadora).  A partir do pó do extrato obtido da secagem por aspersão, foi realizado planejamento fatorial 23, que permitiu a obtenção de 8 formulações de comprimidos. Essa pesquisa  tem como perspectiva, o estudo de toxicidade in vivo e os ensaios de controle de qualidade  preconizados pela Farmacopeia Brasileira para comprimidos, visando a obtenção uma ou mais formulações aprovada para a fabricação de um comprimido fitoterápico anti-hipertensivo da espécie em estudo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167257 - ANTONIA MARIA DAS GRACAS LOPES CITO
Interno - 130.036.743-15 - ANA AMELIA DE CARVALHO MELO CAVALCANTE - UFPI
Interno - 1512631 - LIVIO CESAR CUNHA NUNES
Externo ao Programa - 2264286 - JOSÉ DE SOUSA LIMA NETO
Notícia cadastrada em: 29/11/2016 15:56
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb02.ufpi.br.instancia1 21/11/2019 03:44