Notícias

Banca de DEFESA: BARBARA CRISTINA SILVA HOLANDA QUEIROZ

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BARBARA CRISTINA SILVA HOLANDA QUEIROZ
DATA: 21/02/2017
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório do Curso de Farmácia
TÍTULO: Composição fitoquímica, atividade antileishmania, citotóxica e imunomoduladora de Neonothopanus gardneri: um cogumelo bioluminescente
PALAVRAS-CHAVES: Produtos naturais; bioluminescência; citotoxicidade; doenças negligenciadas; leishmanioses.
PÁGINAS: 112
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
SUBÁREA: Análise e Controle de Medicamentos
RESUMO:

As protozooses são um problema de saúde pública mundial, especialmente em países de terceiro mundo, onde cerca de 15% da população mundial estão sob risco de serem infectadas. Nesse contexto as leishmanioses são doenças infecto-parasitárias tendo como agente etiológico mais de vinte espécies de parasitas do gênero Leishmania. Amplamente distribuída, a doença atinge por volta de 88% dos países e atualmente, 12 milhões de pessoas estão infectadas e cerca de 1 a 2 milhões de novos casos surgem a cada ano. Os tratamentos convencionais são onerosos, limitados e possuem uma gama de efeitos colaterais. Produtos naturais vêm sendo investigados de forma massiva para o combate aos dissabores causados por estas enfermidades. Neonothopanus gardneri Berk. ex Gardner é o maior fungo bioluminescente do Brasil e um dos maiores do mundo, sendo amplamente distribuído nas regiões Norte e Nordeste do território nacional. Este estudo teve como objetivo realizar screening fitoquímico bem como explorar o potencial antileishmania, citotóxico e imunomodulador em células de mamíferos, dos extrados e isolados obtidos de N. gardneri. A análise fitoquímica revelou a presença predominante de alcaloides, açúcares redutores, taninos e depsídeos. Os extratos e isolados de N. gardneri demonstraram significativo potencial antileishmania, inibindo o crescimento de formas promastigotas de Leishmania amazonensis e provocando morte das formas amastigotas axênicas em cerca de 100% na concentração de 800 µg/mL para os isolados Subfração 2-éter; Subfração 1, n-butanol e Fração 1- acetato de etila, apresentando resultados de CI50 de 17,099; 40,727 e 68,204 µg/mL, respectivamente. Os extratos e isolados também apresentaram redução na viabilidade celular de macrófagos peritoneais murinos e eritrócitos de carneiro, como também promissora atividade imunomodulatória aumentando a capacidade fagocítica, volume lisossomal e induzindo a síntese de óxido nítrico. N. gardneri demonstrou potencial atividade antileishmania in vitro e imunomodulatória, sendo este estudo, portanto, o pioneiro na investigação das possíveis propriedades biológicas deste fungo. Explorações futuras devem ser feitas para elucidar seus mecanismos de ação, bem como avaliar seu potencial terapêutico em modelos experimentais. 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1551616 - CHISTIANE MENDES FEITOSA
Externo ao Programa - 1167750 - FERNANDO AECIO DE AMORIM CARVALHO
Presidente - 749.351.783-53 - JOAQUIM SOARES DA COSTA JUNIOR - IFPI
Externo ao Programa - 665.904.343-87 - LORENA CITO LOPES RESENDE SANTANA - UFPI
Notícia cadastrada em: 13/02/2017 17:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 22/10/2019 05:47