Notícias

Banca de DEFESA: ELVILENE DE SOUSA COELHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELVILENE DE SOUSA COELHO
DATA: 27/02/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do bloco de Farmácia
TÍTULO: Emulgel Tópico à base de Anfotericina B com manteiga de bacuri (Platonia Insignis Mart.) para o tratamento da leishmaniose cutânea: estudos in vitro e in vivo.
PALAVRAS-CHAVES: Citotoxicidade, Controle de qualidade, Estabilidade de medicamentos, Produtos naturais.
PÁGINAS: 122
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

As leishmanioses são consideradas doenças infecciosas, com alta incidência e com capacidade de produzir deformidades, onde a forma cutânea é a mais disseminada. O tratamento preconizado pela OMS é agressivo e muito tóxico tornando assim o tratamento tópico uma alternativa promissora e menos agressiva. Este trabalho teve como objetivo desenvolver e caracterizar uma formulação tópica de anfotericina B (AmB) com manteiga de bacuri (Platonia insignis Mart.) e avaliar a sua ação antileishmania utilizando estudos in vitro. As formulações desenvolvidas foram avaliadas quanto às características organolépticas, resistência à centrifugação, tamanho das gotículas, pH, condutividade elétrica, viscosidade, espalhabilidade, teor, estabilidade preliminar, ensaio de liberação in vitro, avaliação da atividade antileishmania das formas promastigotas de L. major, citotoxicidade sobre macrófagos, Índice de Seletividade (IS) e atividade antileishmania in vivo foi avaliada em camundongos BALC/c machos e fêmeas. No estudo in vivo, após desenvolvimento das lesões leishmanióticas, os camundongos foram divididos em quatro grupos (n=6). Os animais foram tratados duas vezes ao dia, durante quinze dias consecutivos. Os animais tratados com o produto desenvolvido apresentaram redução significativa das lesões (nódulos e úlceras) característicos da doença, assim como da carga parasitária, em comparação aos animais do controle negativo. Diante das análises laboratoriais, observou-se ausência de sinais de nefrotoxicidade e hepatotoxicidade, bem como, de anemia, o que indica não haver agressão medular e nem danos à eritropoiese. Conclui-se que foi obtido emulgel de ação tópica, à base de Anfotericina B e manteiga de bacuri (Platonia insignis Mart.) inovador, para o tratamento da leishmaniose cutânea, de modo a reduzir os efeitos tóxicos promovidos pelos tratamentos convencionais.característicos da doença, assim como da carga parasitária, em comparação aos animais do controle negativo. Diante das análises laboratoriais, observou-se ausência de sinais de nefrotoxicidade e hepatotoxicidade, bem como, de anemia, o que indica não haver agressão medular e nem danos à eritropoiese. Obteve-se uma formulação semissólida tópica, à base de Anfotericina B (AmB) + manteiga de bacuri (Platonia insignis Mart.), inovadora para o tratamento da leishmaniose tegumentar americana.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1668358 - ANDRE LUIS MENEZES CARVALHO
Externo à Instituição - GIOVANA DAMASCENO SOUSA - UFPI
Interno - 2199134 - MARCILIA PINHEIRO DA COSTA
Notícia cadastrada em: 20/02/2018 17:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 22/10/2019 05:53