Notícias

Banca de DEFESA: PAULA DO NASCIMENTO BATISTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PAULA DO NASCIMENTO BATISTA
DATA: 21/06/2013
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Curso de Farmácia
TÍTULO:

Obtenção de extrato seco de bauhinia forficata l. e desenvolvimento tecnológico de formulação de chá na forma de sachê.


PALAVRAS-CHAVES:

Bauhinia forficata Link; spray dryer; planejamento fatorial; formulação.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
SUBÁREA: Análise e Controle de Medicamentos
RESUMO:

A Bauhinia forficata Link é uma planta largamente utilizada pela população e está presente na Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao Sistema Único de Saúde (RENISUS) apresentando potencial para a produção de fitoterápicos e alimentos funcionais. Estes fatores tem influenciado um grande número de pesquisas acerca desta planta o que a coloca entre as mais estudadas no Brasil. Por ser de grande interesse para a comunidade farmacêutica, existe o empenho em desenvolver métodos, processos e formulações a base deste vegetal para a obtenção de formas farmacêuticas ou alimentares. Uma das operações mais frequentes na produção de medicamentos e alimentos é a secagem, sendo empregada no processamento de diversos materiais para a obtenção de pós e grânulos. Com base nesses fatores, objetivou-se neste estudo desenvolver método de secagem do extrato fluido de Bauhinia forficata L. através de spray dryer, utilizando como ferramenta estatística o planejamento fatorial 22, desenvolver formulação a partir do extrato seco obtido e uma vez obtida a formulação, realizar a análise sensorial da mesma. A solução extrativa foi preparada a partir de 167 g do material vegetal e 1000ml de solução hidroetanólica (1:1), submetido a 200 rpm e 40ºC por 1 hora.  A secagem do extrato hidroetanólico da planta foi realizada em Mini spray-dryer (BUCHI B-290) utilizando o planejamento fatorial para avaliar a influência dos fatores dióxido de silício coloidal e  maltodextrina, que são adjuvantes de secagem, e dos seus níveis, concentrações de 15% (+) e de 10% (-), nas características dos extratos secos obtidos. As características visuais, o teor de flavonoides, a umidade residual e o rendimento da secagem foram parâmetros analisados para a escolha das melhores condições a compor o método otimizado.  A utilização do dióxido de silício coloidal na concentração de 15% proporcionou redução de 2,184% no teor de umidade residual dos extratos. A maior degradação do teor de flavonoides após secagem foi observada quando utilizados ambos os adjuvantes na concentração de 15%, totalizando 30% de adjuvante de secagem. Considerando todas as características estudadas foi observado que a utilização do dióxido de silício coloidal na concentração de 15% associado a Maltodextrinana concentração de 10% proporcionou os melhores resultados, demonstrando maior potencial para o desenvolvimento de produtos finais. Assim, a partir destes parâmetros estabelecidos foi obtido o extrato seco e proposta a formulação na forma de pó e na forma de pó efervescente para acondicionamento em sachê, que ao ser adicionada a água produz uma bebida funcional saborosa e saudável que visa proporcionar bem-estar aos seus consumidores além de auxiliar no controle da glicemia em pacientes diabéticos. As formulações foram avaliadas sensorialmente e sua análise descritiva foi estabelecida por avaliadores treinados.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1057341 - CLEIDE MARIA DA SILVA LEITE
Externo à Instituição - JOSE LAMARTINE SOARES SOBRINHO - UFPE
Presidente - 1512631 - LIVIO CESAR CUNHA NUNES
Externo ao Programa - 1167746 - REGILDA SARAIVA DOS REIS MOREIRA ARAUJO
Notícia cadastrada em: 23/05/2013 17:26
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 19/10/2019 01:49