Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GEORGE LAYLSON DA SILVA OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GEORGE LAYLSON DA SILVA OLIVEIRA
DATA: 30/07/2014
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório do Curso de Farmácia
TÍTULO:

ENSAIOS PRÉ-CLÍNICOS COM O ACETURATO DE DIMINAZENO: UMA ABORDAGEM CONTRA O AGENTE INFECCIOSO Schistosoma mansoni.


PALAVRAS-CHAVES:

Aceturato de diaminazeno; Esquistomicida; Toxicidade; S. mansoni


PÁGINAS: 103
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
SUBÁREA: Análise e Controle de Medicamentos
RESUMO:

O agente antiparasitário aceturato de diaminazeno (C14H15N7·2C4H7NO3) é uma diamidina aromática que tem sido estudado com relação a seu potencial terapêutico para outras doenças e consequentemente tem despertado o interesse pelo desenvolvimento de novas pesquisas. Desta forma, o presente estudo teve por objetivo determinar a atividade antiparasitária do aceturato de diminazeno contra vermes adultos de Schistosoma mansoni in vitro, bem como sua toxicidade aguda em camundongos. Para a avaliação da toxicidade aguda, o aceturato de diminazeno foi administrado por via oral em dose única (0, 1000 e 2000 mg/kg) a camundongos Swiss e os parâmetros fisiológicos, bioquímicos, hematológicos e alterações no comportamento (atividade locomotora e coordenação motora) foram analisados. Além disto, o presente estudo também determinou a dose letal 50% (DL50) para os camundongos tratados. Os resultados obtidos com a administração aguda do aceturato de diminazeno indicaram alterações significativas (p<0,05) em alguns parâmetros bioquímicos e hematológicos, interferiu no Sistema Nervoso Central pela redução da capacidade comportamental (atividade locomotra e coordenação motora) e provocou a morte de camundongos de ambos os sexos. Neste estudo também foi observado que camundongos fêmeas são mais susceptíveis ao aceturato de diminazeno na dose de 1000 mg/kg e principalmente na dose de 2000 mg/kg, na qual, foi observado uma taxa de mortalidade três vezes maior em relação aos machos. Desta forma, o cálculo da DL50 foi de 2.165,28 mg/kg para camundongos fêmeas e 2.479,46 mg/kg para camundongos machos. Para a avaliação da atividade esquistomicida in vitro, os resultados obtidos demonstraram que o aceturato de diminazeno nas concentrações de 125, 250 e 500 µg/mL provocou uma redução da atividade motora e elevada taxa de mortalidade dos vermes S. mansoni (p<0,05). Os resultados também demonstraram que o aceturato de diminazeno tem a capacidade de separar todos os casais adultos de S. mansoni (inibição da oviposição) e na análise por microscopia confocal a laser foram observados alterações morfológicas na superfície destes vermes machos com a desintegração de tubérculos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2617696 - ALDEIDIA PEREIRA DE OLIVEIRA
Interno - 970.114.285-34 - GILBERTO SANTOS CERQUEIRA - UFC
Presidente - 1638285 - RIVELILSON MENDES DE FREITAS
Notícia cadastrada em: 25/06/2014 10:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.instancia1 13/11/2019 10:14