Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CRISTINA ALVES DE SOUSA LAGES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CRISTINA ALVES DE SOUSA LAGES
DATA: 08/08/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Curso de Farmácia
TÍTULO:

"Desenvolvimento tecnológico de forma farmacêutica tópica contendo pilorcapina para avaliação do efeito na atrofia vaginal de ratas".


PALAVRAS-CHAVES:

Atrofia vaginal; rata castrada; pilocarpina


PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
SUBÁREA: Análise e Controle de Medicamentos
RESUMO:

As mulheres na pós-menopausa experimentam uma variedade de sintomas decorrentes da falência ovariana, tais como ondas de calor, perda óssea, queixas urinárias, secura vaginal e dispaurenia. Todavia, o estudo dos efeitos da interação direta de fármaco no epitélio vaginal de mulheres com hipoestrogenismo, por questões éticas, sofre restrições, daí a busca de modelos experimentais. O modelo animal que apresenta morfologia e endocrinologia com pontos que se assemelham aos da espécie humana, é a rata. Uma substância cuja pesquisa vem despertando interesse como possível alternativa não hormonal para tratamento da atrofia vaginal é o cloridrato de pilocarpina devido seu efeito no aumento do tônus da musculatura lisa e secreções glandulares. O presente estudo tem como objetivo avaliar os efeitos da pilocarpina tópica em epitélio vaginal de ratas castradas. Para isso, preparou o gel com pilocarpina nas concentrações 142.8 µg/g, 428,6 µg/g e o gel-controle (sem ativo). Foram utilizadas 30 ratas Wistar-Hannover e divididos aleatoriamente em três grupos com 10 animais cada. Todos os animais foram castrados para eliminar a produção de esteroides sexuais e mimetizar o estado pós-menopausal e, para confirmação, realizou o exame citológico do esfregaço vaginal, corado pela técnica de Papanicolaou. Avaliou os ensaios de estabilidade preliminar dos géis em seis ciclos de 24h cada (ciclo gelo-degelo a temperatura de 45 ± 2ºC e -5 ± 2 °C). Além, de analisar os parâmetros organolépticos (aspecto, cor e odor), valor de pH e viscosidade antes e após os seis ciclos e, também, o teste de centrifugação (3.000 rpm/30 min). Após o tratamento consecutivo de 14 dias as ratas foram eutanasiadas. Removeu a vaginal que foi parafinizadas para confecção de lâminas histológicas onde analisou a morfologia e morfometria através de fotomicrografia. Com isso, nas doses e no tempo de tratamento usado, o gel de pilocarpina não apresentou resultado significante em relação ao controle quanto à espessura e proliferação celular do epitélio vaginal na vagina das ratas castradas. 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALESSE RIBEIRO DOS SANTOS - SESAPI
Presidente - 423488 - BENEDITO BORGES DA SILVA
Externo ao Programa - 3373256 - PEDRO VITOR LOPES COSTA
Interno - 1638285 - RIVELILSON MENDES DE FREITAS
Notícia cadastrada em: 18/07/2014 11:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 22/10/2019 06:58