Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: AMANDA CAMPOS FORTES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: AMANDA CAMPOS FORTES
DATA: 26/04/2012
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do Curso de Farmácia
TÍTULO:

Estudo de pré-formulação do derivado tiofênico 5TIO1


PALAVRAS-CHAVES:

Tiofeno, Ciclodextrina, Solubilidade, Análise Térmica, Difração de raio-X.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
SUBÁREA: Análise e Controle de Medicamentos
RESUMO:

A inovação é principal ferramenta competitiva da indústria farmacêutica, a qual, recentemente, enfrenta desafios na sua produtividade. No sentido de reverter essa dificuldade, os investimentos em síntese química atingem níveis de sofisticação e de execução sem precedentes para a pesquisa e desenvolvimento de novos medicamentos. Nesse contexto, o 5TIO1 (2-[(2,6-diclorobenzilideno) amino]-5,6-diidro-4H-ciclopenta[b]tiofeno-3- carbonitrila) é uma nova entidade química com potencial uso para o desenvolvimento de um novo fármaco ansiolítico; entretanto possui baixa solubilidade podendo comprometer seu desempenho farmacológico. Esse trabalho tem como objetivo realizar estudos de pré-formulação do 5TIO1 delineados a partir das Boas Práticas de Desenvovimento, enfocando a melhora da solubilidade e a análise da estabilidade/compatibilidade deste com diversos excipientes farmacêuticos. A primeira etapa trata-se da caracterização química do 5TIO1; através dos estudos de análise térmica determinou-se a pureza (98,96%) e a temperatura de decomposição (295 °C); a difração de raio-X e a microscopia eletrônica de varredura evideciaram uma estrutura semi-cristalina. Após a caracterização do 5TIO1, obteve-se complexos de inclusão sólidos com sulfobutil éter β-ciclodextrina (SBCD) por diversos métodos malaxagem, evaporação/liofilização e spray drying com o objetivo de melhorar a solubilidade do ativo. A obtenção de complexos de inclusão 5TIO1-SBCD, não alteraram o comportamento térmico do agente terapêutico, porém por meio da análise térmica não houve diferenciação significativa entre os processos utilizados; os espectros de infravermelho e difração raio X, que evidenciam a formação do complexo e, através do espectro infravermelho, demonstra-se uma melhor eficiência de complexação para os métodos malaxagem e spray dying.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1553988 - EDSON CAVALCANTI DA SILVA FILHO
Interno - 1512631 - LIVIO CESAR CUNHA NUNES
Presidente - 1666877 - MONICA FELTS DE LA ROCA SOARES
Notícia cadastrada em: 06/04/2012 09:15
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.instancia1 17/09/2019 05:35