Notícias

Banca de DEFESA: CARLA NAYARA DOS SANTOS SOUZA VERAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLA NAYARA DOS SANTOS SOUZA VERAS
DATA: 28/09/2019
HORA: 10:00
LOCAL: Auditório da Odontologia -UFPI
TÍTULO: CONHECIMENTO DE ENFERMEIROS SOBRE SINTOMAS DEPRESSIVOS EM IDOSOS E INSTRUMENTOS DE RASTREIO
PALAVRAS-CHAVES: Cuidados de enfermagem. Depressão. Idoso. Saúde Mental. Saúde Coletiva.
PÁGINAS: 83
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

A proporção de pessoas com 60 anos ou mais tem crescido mundialmente, em comparação à outras faixas etárias. No Brasil, esta realidade não é diferente. Embora o envelhecimento seja um processo fisiológico e universal, sua vivência pode está relacionada ao surgimento de algumas doenças e sua sintomatologia, em destaque a depressão. Este estudo objetiva analisar o conhecimento de enfermeiros sobre sintomas depressivos em idosos e instrumentos de rastreio. Trata-se de estudo descritivo com abordagem qualitativa, desenvolvido com doze enfermeiros, do município de Batalha. A coleta de dados ocorreu de dezembro de 2018 a março de 2019, sendo utilizado um roteiro de entrevista com questões abertas relativas à caracterização do participante e o conhecimento deles sobre sintomas depressivos em idosos e instrumentos de rastreio. Para análise dos dados utilizou-se a análise de conteúdo, fundamentando-os na Teoria Holística de Myra Estrin Levine, além dos conceitos e concepções sobre a temática. O conhecimento de enfermeiros sobre sintomas depressivos em idosos foi expresso por sintomas clássicos; estes profissionais confundem sintomas depressivos com depressão e/ou outros transtornos mentais, bem como mostraram-se com dificuldades em diferenciar sintomas depressivos dos fatores que predispõe ou determinam a depressão. Em relação ao uso de escalas para rastreamento da sintomatologia depressiva, a exemplo da Escala de Depressão Geriátrica, os enfermeiros não as têm aplicado na sua prática ou não tinham conhecimento sobre esse instrumento. Entretanto, estes profissionais utilizaram outras estratégias como ouvir, olhar atento, conversa/diálogo nas consultas, nas visitas domiciliares e atividades educativas, o apoio da família, além dos encaminhamentos a outros profissionais ou serviços. Porém, constatou-se que os profissionais enfermeiros da Atenção Básica necessitam ampliar seus conhecimentos sobre essa temática, que devem considerar importante, e devem saber rastrear os sintomas relacionados à depressão em idoso, para que os encaminhamentos sejam realizados de forma precoce e adequada, o que reduzirá os danos provocados pela depressão.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANGÉLICA MARTINS DE SOUZA GONÇALVES - UFSCAR
Interno - 2073270 - FERNANDO JOSÉ GUEDES DA SILVA JÚNIOR
Presidente - 2059016 - JAQUELINE CARVALHO E SILVA SALES
Interno - 1301059 - MARCOELI SILVA DE MOURA
Notícia cadastrada em: 29/08/2019 10:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 11/04/2021 16:17